Paulo Fernandes/Vasco
Paulo Fernandes/Vasco

Andrés Ríos quer se firmar no Vasco como centroavante e promete gols

Jogador argentino foi utilizado na equipe cruzmaltina como atacante de lado e pelo centro, posição que mais o agrada

Estadão Conteúdo

07 Setembro 2017 | 12h48

O argentino Andrés Ríos vai disputar a sua segunda partida como titular pelo Vasco diante do Grêmio, no próximo sábado. O atacante tenta aproveitar a ausência de Luis Fabiano, lesionado, para se firmar na equipe e destaca que deseja conquistar seu espaço no time como centroavante, sem temer a concorrência do renomado companheiro e prometendo ser decisivo para a equipe com seus gols na sequência do Campeonato Brasileiro.

"Posso jogar pelos lados, mas ajudo a equipe mais como centroavante. Como jogador gosto de competir com os melhores e o Luis Fabiano é um grande goleador, já o conhecia antes de vir para cá. Para mim é um prazer disputar posição com um jogador dessa qualidade. Não como ele, mas também com o Thalles e o Paulo Vitor. Meu pensamento é fazer gol. Quem joga como centroavante, tem que fazer gol. É uma responsabilidade que tenho que assumir", disse.

Anunciado em julho como reforço do Vasco, Andrés Ríos demorou a fazer a sua estreia, tanto que o duelo com o Grêmio será apenas o terceiro pelo clube. O argentino, que estava no Defensa y Justicia, garante que está satisfeito com a transferência para o futebol brasileiro, ainda que destaque precisar de tempo para se adaptar melhor.

"A decisão de vir para o Brasil e para o Vasco foi 100% acertada. Me sinto muito feliz, pois as pessoas me receberam muito bem aqui. A adaptação está sendo boa, estou na minha casa tranquilo, esperando a minha família chegar. Não conheci muita coisa por aqui, apenas fui na praia. Estou desfrutando os treinamentos e venho usando o tempo livre para aprender a falar português. Não é difícil, mas acho que tenho que falar sempre devagar e compreender", afirmou.

O duelo com o Grêmio representará ao Vasco o retorno para São Januário, ainda que sem a presença da torcida no estádio por causa de punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Ainda assim, Andrés Ríos destacou a importância para a equipe de voltar a atuar na sua casa.

"Jogar sem torcida é muito diferente, mas é importante voltar a atuar em casa. Sempre falo que estar aqui é muito legal, sempre bom estar dentro da sua casa. Se a torcida vier e nos incentivar do lado de fora creio que será muito lindo, mas não devemos pensar nisso dentro do campo de jogo, precisamos estar concentrados na partida e no nosso adversário", comentou.

Mais conteúdo sobre:
Vasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.