1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Antônio Carlos Zago pede demissão e deixa o Corinthians

Redação

03 Março 2009 | 14h 06

Ex-diretor-técnico da equipe paulista esteve envolvido em polêmica noitada de Ronaldo no interior

O ex-jogador de futebol Antônio Carlos Zago pediu demissão na manhã desta terça-feira do cargo de diretor-técnico do Corinthians. Ele ocupava o posto desde dezembro de 2007, a convite do presidente Andres Sanches. O motivo da saída, segundo nota oficial divulgada pelo clube, foram "divergências de ideias". Veja também: Hotel em Itumbiara terá esquema especial para Ronaldo  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  Copa do Brasil 2009 - Tabela e resultados Antônio Carlos esteve envolvido na polêmica noitada de Ronaldo em Presidente Prudente (SP). Na madrugada da última sexta-feira, o Fenômeno saiu para uma balada na cidade do interior paulista e perdeu o treino da manhã. Com isso, foi multado pela equipe em parte do seu salário (o valor não foi divulgado). Alguns conselheiros do Corinthians acreditam que Antônio Carlos, promotor de churrascada para o elenco na cidade, estava junto com Ronaldo na casa noturna Pop’s Drinks. Por isso, pediram a Sanches a demissão do ex-atleta, que em um primeiro momento havia garantido o ex-zagueiro no cargo, antes de ele mesmo tomar a atitude de sair por conta própria. FIM DO CICLO Ao deixar o treino do Corinthians nesta terça no Parque Ecológico, em São Paulo, Antônio Carlos falou rapidamente sobre o assunto. "No futebol acontecem coisas que você precisa repensar na sua vida. O que aconteceu em Prudente foi um dos motivos (para entregar o cargo). Além disso, algumas ideias não bateram". Segundo ele, a decisão foi melhor para todos no clube. "Para o bem do Corinthians e do Andres, que sofria pressão interna para que eu deixasse o cargo. Achei melhor entregar. Meu ciclo se encerrou e deixo as portas abertas para outra pessoa", assinalou. No entanto, o ex-dirigente corintiano fez questão de ressaltar a qualidade do trabalho que fez na equipe durante os 15 meses em que esteve no Parque São Jorge. "Quando eu cheguei o time tinha sido rebaixado", lembrou, se referindo ao fato de ano passado o Corinthians ter sido campeão da Série B do Campeonato Brasileiro e vice-campeão da Copa do Brasil. Agora, ele pretende seguir a carreira de treinador. (Com Vitor Marques - Jornal da Tarde) (Atualizada às 15h47 para acréscimo de informações)