Érico Leonan | saopaulofc.net
Érico Leonan | saopaulofc.net

Após cirurgia no joelho, Morato tem futuro indefinido no São Paulo

Jogador vai ficar até sete meses longe dos gramados e não atuará mais esse ano no clube do Morumbi

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

19 Maio 2017 | 07h02

A cirurgia no joelho do atacante Morato foi um sucesso, mas o jogador terá de ficar de seis a sete meses longe dos gramados. Com isso, está fora da temporada do São Paulo e não sabe como será seu futuro, pois está emprestado ao time do Morumbi apenas até o final do ano - seus direitos econômicos são do Ituano.

Morato chamou atenção do São Paulo no Campeonato Paulista e a diretoria chegou a um acerto com o Ituano para empréstimo até o final do ano - o contrato dele com o time de Itu vai até o fim de 2018. O atacante estreou contra o Cruzeiro, foi bem, mas sua lesão acabou atrapalhando a caminhada do atleta no Campeonato Brasileiro.

Por causa da lesão recente, a diretoria tricolor ainda não discutiu sobre o que vai fazer com o atacante, mas no mínimo cumprirá o contrato até o fim. Juninho Paulista, gestor do Ituano, promete ajudar nas conversas para que o atleta tenha tempo de mostrar seus serviços no clube no próximo ano, mas tudo isso ainda será debatido entre os dois lados.

Rene Abdalla, cirurgião do Instituto do Joelho do HCor – Hospital do Coração, comandou com sua equipe o processo de reconstrução do ligamento cruzado posterior (LCP), correção do ligamento colateral medial (LCM) e também correção de lesão do menisco medial. A cirurgia durou cerca de duas horas.

Segundo o ortopedista, que é especialista na reabilitação de atletas profissionais, o período de recuperação será longo. "A cirurgia foi bem sucedida e agora o atleta deverá iniciar tratamento com fisioterapia e fortalecimento muscular para retornar aos gramados em 6 a 7 meses", afirmou o médico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.