Tim Ireland/AP
Tim Ireland/AP

Após decidir de novo, Firmino diz que deixou boa impressão

Jogador de 23 anos faz gol da vitória contra o Chile, por 1 a 0

Estadão Conteúdo

29 Março 2015 | 13h21

Atuando pelo modesto Hoffenheim, na Alemanha, Roberto Firmino não é exatamente um jogador midiático. Mas o garoto de 23 anos, vendido pelo Figueirense aos europeus quando ainda era júnior, vem cavando seu espaço na seleção brasileira. Neste domingo, saiu do banco de reservas para fazer um belo gol e garantir a vitória sobre o Chile, por 1 a 0, no Emirates Stadium.

Não foi a primeira vez que o meia-atacante decidiu para a seleção. Em novembro, foi dele o gol que deu a vitória ao Brasil sobre a Áustria, por 2 a 1, no final do jogo. Agora, Firmino sabe que dificilmente fica de fora do grupo que vai jogar a Copa América.

"Espero que depois da boa impressão que deixei com a seleção, eu possa voltar mais vezes. O grupo todo está de parabéns pela dedicação", disse Firmino, em entrevista ainda no gramado do estádio do Arsenal. "A bola está entrando, estou ajudando bastante. Quem trabalha, Deus ajuda", apontou ele.

Já Robinho saiu de campo comemorando uma nova fase da seleção brasileira. "O momento é bom. A gente está se reerguendo, depois de uma Copa do Mundo que a gente perdeu. Foi um jogo muito difícil contra a seleção chilena, que tem jogadores muito rápidos. A gente está bem preparado e tem condições de fazer uma boa Copa América e, se Deus quiser, ser campeão."

Até a estreia na Copa América, dia 14 de junho, contra o Peru, o Brasil faz outros dois amistosos no País, diante de México (em São Paulo) e Honduras (em Porto Alegre). Nestas partidas, já vai atuar com o grupo da Copa América, uma vez que o time será convocado em maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.