1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Após derrota em casa, Marcelo Oliveira é demitido do Palmeiras

- Atualizado: 10 Março 2016 | 01h 54

Treinador não resiste à pressão após perder na Libertadores e está fora do clube. Auxiliar Alberto Valentim assume interinamente

Marcelo Oliveira não é mais técnico do Palmeiras. Após a derrota por 2 a 1 para o Nacional, nesta quarta-feira, no Allianz Parque, o treinador foi demitido ainda no vestiário, poucos minutos do término da partida. Alberto Valentim assume interinamente o comando da equipe. 

"Antes de perguntar, vamos falar que tivemos uma conversa agora com o Marcelo. A gente agradeceu muito a ele pelo período de convivência e sabemos que é um grande profissional. Talvez, nos últimos anos, ele tenha sido o treinador mais vitorioso do futebol brasileiro e foi vitorioso no Palmeiras também", disse o diretor Alexandre Mattos. "Não estamos evoluindo e as coisas não estão acontecendo da maneira que o Palmeiras precisa", completou.

Marcelo Oliveira chegou ao Palmeiras no dia 15 de junho de 2015. Foram 53 jogos, sendo 24 vitórias, 11 empates e 18 derrotas. Embora tenha sido campeão da Copa do Brasil no fim do ano passado, a equipe não conseguiu desempenhar um bom futebol na maior parte do tempo em que ele esteve no comando. 

Marcelo Oliveira foi campeão da Copa do Brasil 2015 pelo Palmeiras, mas não conseguiu fazer o time deslanchar em 2016.

Marcelo Oliveira foi campeão da Copa do Brasil 2015 pelo Palmeiras, mas não conseguiu fazer o time deslanchar em 2016.

"O Marcelo não é inoperante, trabalha muito e por isso ganhou o que ganhou. Eu vi ele falando que não ganhou por acaso. Mas no Palmeiras, as coisas não estão evoluindo e essa é a razão da mudança", explicou Mattos. 

Em relação ao novo treinador, o dirigente não deu muitas pistas, mas deixou claro que o acerto deve ocorrer em breve. "Queremos um técnico vencedor, com pensamento de buscar as vitórias. Complicou muito a nossa situação em Libertadores. Não tem ninguém bobo aqui e vocês sabem disso. Não é porque perdeu um jogo, não é porque perdeu da Ferroviária, mas é porque as coisas não estão andando", completou o dirigente. 

O curioso é que antes do anúncio da demissão, o auxiliar técnico Tico dos Santos chegou a dar entrevista coletiva para comentar sobre o jogo. A Conmebol determina, independente do que aconteça, que o técnico vá dar entrevista. Como Marcelo Oliveira estava suspenso, por ter sido expulso contra o Rosario Central, o seu auxiliar foi quem falou com os jornalistas. Além de Tico, também deixam o clube o auxiliar Ageu e o preparador físico Juvenilson Souza.

Com a queda de Marcelo Oliveira, o nome mais cotado para assumir o Palmeiras é o técnico Cuca, que recentemente recusou uma proposta do Fluminense. O treinador tem uma ligação forte com o clube alviverde e já manifestou algumas vezes que sonha em trabalhar no clube onde atuou como jogador. Cuca estava no Shandong Luneng, da China.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX