Gilvan de Souza / Flamengo
Gilvan de Souza / Flamengo

Após derrota, Rueda diz que Flamengo 'pagou' por jogar clássico com time misto

Treinador apontou erros defensivos da equipes nos dois gols do rival alvinegro

Estadão Conteúdo

11 Setembro 2017 | 09h43

O Flamengo enfrentou o Botafogo sem utilizar a força máxima à disposição e pagou um preço por isso ao perder por 2 a 0, no Engenhão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quem admitiu essa situação foi o técnico Reinaldo Rueda, que deu chances a Rafael Vaz, Trauco, Rômulo, Matheus Savio e Geuvânio, e viu a equipe ser batida no clássico.

"A escalação não era para priorizar a Sul-Americana e Copa do Brasil. Era para colocar alguns jogadores que não vêm jogando com regularidade, mas isso se paga", disse Rueda, admitindo a preocupação em dar mais ritmo de jogo ao elenco visando a disputa da Copa Sul-Americana e a finalíssima da Copa do Brasil.

"A ideia é ir alternando os jogadores para chegar em bom nível na Sul-Americana e na final da Copa do Brasil. Temos que saber que o próximo jogo na quarta-feira contra a Chapecoense é difícil também. Hoje atuaram vários dos titulares para manter ritmo e outros que estavam na reserva", acrescentou.

Rueda elogiou a atuação do Flamengo na etapa inicial, mas apontou que o time foi pouco efetivo no ataque. Depois, na sua avaliação, o Botafogo foi superior no segundo tempo e mereceu conquistar a vitória. "Infelizmente, não fomos eficazes no primeiro tempo. Foi um jogo de dois tempos diferentes e não finalizamos no primeiro tempo quando tivemos o controle do jogo. Depois, o Botafogo mostrou sua força. É uma equipe com muita aplicação, com muita força nas bolas paradas. E saíram muito bem no contra-ataque", afirmou.

O treinador, porém, apontou erro do sistema defensivo do Flamengo no primeiro dos dois gols de Roger para o Botafogo. "Na bola parada do gol erramos. Igor ganhou a posição de Cuéllar, mas considero que não é situação de altura, de biotipo, mas sim questão de decisão, de concentração. No jogo anterior, houve situação de Igor Rabello, que Roger não conseguiu completar", comentou.

Derrotado, o Flamengo está em quinto lugar no Brasileirão com 35 pontos. O time volta a campo na próxima quarta-feira, diante da Chapecoense, na Arena Condá, para o jogo de ida das oitavas de final da Copa sul-americana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.