Twitter/Santos
Twitter/Santos

Após 'indignação' em Porto Alegre, Gabriel celebra atuação e goleada do Santos

"Fico muito feliz. Acho que a gente conseguiu fazer um bom jogo, criamos muitas chances. O que aconteceu no último jogo foi um acaso"

Estadão Conteúdo

11 Maio 2018 | 00h06

O Santos precisava dar uma resposta à sua torcida nesta quinta-feira. Após a goleada sofrida diante do Grêmio no domingo, o time alvinegro sofreu um susto contra o Luverdense, mas arrancou no segundo tempo para golear por 5 a 1 e encaminhar vaga às quartas de final da Copa do Brasil. Autor de três gols, Gabriel foi o destaque da partida.

+ Veja como foi o jogo na Vila Belmiro

"Fico muito feliz. Acho que a gente conseguiu fazer um bom jogo, criamos muitas chances. O que aconteceu no último jogo foi um acaso. Nosso time nenhuma vez no ano perdeu por mais de dois gols. Hoje fizemos muitos gols, jogamos muito bem", declarou o atacante em entrevista ao Fox Sports.

Se já vinha sendo criticado por algumas atuações abaixo do esperado, o Santos viu a pressão se intensificar com o resultado em Porto Alegre. Gabriel, no entanto, garantiu que os próprios jogadores se revoltaram com o ocorrido.

"O ano é muito longo, temos muito a fazer a conquistar. A gente ficou indignado na última partida, mas sabemos que e uma coisa normal, acontece. A gente tomou cinco, agora fez cinco", considerou.

Apesar do resultado bastante vantajoso, os jogadores do Santos mostraram respeito ao Luverdense, até pela atuação na Vila Belmiro, onde o adversário saiu na frente. O goleiro Vanderlei, por exemplo, garantiu que a classificação às quartas ainda não é do time paulista.

"Não está garantido, a gente sabe que no futebol tudo pode acontecer. É um bom resultado, mas sabemos que lá eles são fortes, têm jogador de qualidade. Dá uma tranquilidade para a gente trabalhar com mais tranquilidade. Vamos ver se vai poupar algum jogador lá", projetou.

Podendo perder por até três gols de diferença, o Santos encara o Luverdense novamente no Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, quinta que vem. Antes, porém, a equipe volta a campo pelo Brasileirão, diante do Paraná, domingo, na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.