1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Após ofensas racistas, Grêmio suspende organizada

Estadão Conteúdo

01 Setembro 2014 | 20h 16

Depois de repetir cânticos ofensivos, torcida Geral está impedida de 'utilizar as marcas de propriedade intelectual do clube'

O lamentável episódio de racismo envolvendo o goleiro Aranha, no duelo contra o Santos na semana passada, e a repetição de cânticos da torcida utilizando a palavra "macaco" na vitória de domingo sobre o Bahia, fizeram a diretoria do Grêmio agir. Nesta segunda-feira, o clube anunciou a suspensão da torcida organizada Geral do Grêmio por "tempo indeterminado".

Os torcedores da organizada foram identificados como culpados pelos cantos do último domingo, já que a tradicional música cantada pelas arquibancadas com os dizeres "olha a festa macaco", em provocação ao rival Internacional, é de autoria da Geral. Para evitar que o clube seja punido, a diretoria decidiu se mexer e ela própria aplicar uma punição nesta parte da torcida.

Após a partida de domingo, o presidente do clube, Fábio Koff, chegou a dar entrevista para repudiar o comportamento desta organizada. Segundo ele, os cânticos entoados domingo, logo na partida seguinte ao problema envolvendo o goleiro Aranha, foram uma ação proposital destes torcedores. Na quarta, a equipe será julgada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pode até ser excluída da Copa do Brasil.

Lucas Uebel/Divulgação
Apesar de campanha, torcida do Grêmio repete cantos racistas em jogo contra o Bahia

De acordo com nota oficial divulgada nesta segunda, a torcida organizada Geral do Grêmio também está impedida de "utilizar as marcas de propriedade intelectual do clube". A diretoria ainda explicou que está tentando identificar os torcedores responsáveis pelos cantos e pode puni-los, mas por enquanto eles não estão impedidos de ir ao estádio, apenas de utilizar a marca da torcida.

O clube ainda agradeceu e exaltou o comportamento do restante da torcida em meio à campanha para acabar com o racismo no estádio. "Aos torcedores, jogadores e funcionários do Grêmio e integrantes das demais torcidas organizadas, agradecemos pelo apoio e engajamento que sempre emprestaram às campanhas de conscientização realizadas pelo clube, especialmente no jogo do último domingo."