Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Após pancada na cabeça, Gabriel desfalca Atlético-MG contra o Bahia

Oswaldo de Oliveira não terá sua dupla de zaga titular, pois Leonardo Silva cumpre suspensão

Estadão Conteúdo

10 Novembro 2017 | 14h18

O técnico Oswaldo de Oliveira terá problemas para escalar o Atlético-MG neste domingo, diante do Bahia. Um dia depois da vitória sobre o Atlético-GO, o clube confirmou nesta sexta-feira o desfalque do zagueiro Gabriel, que, assim, se juntará à lista de ausências alvinegras para o duelo que acontecerá na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro.

+ Confira a classificação do Brasileiro Série A

A ausência de Gabriel acontecerá por precaução. O zagueiro sofreu uma pancada na cabeça na quinta, ao se chocar com o volante Adilson, e acordou nesta sexta sentido dores no local. O departamento médico atleticano, então, o examinou e optou por poupá-lo no fim de semana.

Com isso, Oswaldo não terá sua dupla de zaga titular, já que Leonardo Silva recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Atlético-GO. Felipe Santana deverá ser titular no setor, enquanto Matheus Mancini, Erazo e Bremer disputam a outra vaga.

Oswaldo ainda não poderá contar com o Adilson e Fred, também suspensos, para encarar o Atlético-GO. Por outro lado, o meia Otero cumpriu suspensão na quinta e volta a ficar à disposição.

"Estou muito contente de poder voltar para ajudar meus companheiros. Não sei se vou jogar de início ou ficar no banco. Estava com muita vontade de jogar ontem, mas não podia e, agora, domingo, espero jogar", declarou o venezuelano nesta sexta.

Décimo colocado, com 45 pontos na tabela, o Atlético-MG precisa da vitória em Salvador se quiser seguir sonhando com uma vaga na Libertadores, afinal, está a cinco pontos da zona de classificação. Otero, porém, tentou tirar o peso da luta para se garantir no torneio.

"Estamos pensando apenas no jogo de domingo, que vai ser muito difícil. Eles jogam muito bem e são fortes em casa, mas a gente precisa dos três pontos e vamos procurar a vitória, que seria muito importante", comentou. "Precisamos ganhar os jogos que faltam, passo a passo. Temos na cabeça que ainda há possibilidade de entrar na Libertadores."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.