1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Após polêmica, Gabriel pede desculpas a são-paulinos e santistas

O Estado de S. Paulo

25 Agosto 2014 | 12h 39

Ao marcar gol de pênalti contra o time tricolor no Morumbi, atacante mandou torcida rival calar a boca e tirou a camisa na comemoração

O sinal feito por Gabriel mandando a torcida são-paulina calar a boca, após fazer gol na derrota do Santos, por 2 a 1, no Brasileirão, ainda causa polêmica. Para evitar maiores constrangimentos, o atacante postou mensagem em seu Twitter nesta segunda-feira, em que pede desculpas aos torcedores do São Paulo e também aos santistas, por ter tirado a camisa na comemoração.

"Bom dia, queria pedir desculpas a todos torcedores são-paulinos. Pois tenho respeito imenso por vocês! Eu errei e nunca mais vai acontecer isso. E também a torcida santista, por tirar o nosso manto sagrado! Peço desculpas a todos. Obrigado Senhor por tudo", escreveu o jogador, que levou seu terceiro cartão amarelo no Brasileirão e está suspenso do jogo contra o Botafogo, no Maracanã.

Quem também se manifestou sobre o ocorrido foi o meia Lucas. O jogador do Paris Saint-Germain, que estava assistindo ao jogo, havia criticado o jogador em sua conta no Twitter ao dizer que o sinal era "totalmente desnecessário". No entanto, ao ver a postagem de Gabriel, o jogador ex-São Paulo parabenizou o santista pela postura. "Uma das principais qualidades do ser humano é reconhecer o seu erro. Ontem critiquei e hoje elogio sua atitude. Parabéns @GBarbosaOficial".

Rafael Arbex/Estadão
Gabriel mandou torcida do São Paulo calar a boca e tirou a camisa após fazer gol