Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Após quase seis meses, zagueiro Léo retoma treinos no Cruzeiro

Futebol

Washington Alves|Light Press

Esportes

Cruzeiro

Após quase seis meses, zagueiro Léo retoma treinos no Cruzeiro

Jogador não entra em campo desde o dia 13 de agosto do ano passado, quando sofreu uma entorse no joelho na partida contra o Joinville

0

Estadão Conteúdo

08 Fevereiro 2016 | 19h35

Quase seis meses depois de sofrer grave lesão no joelho, o zagueiro Léo retomou os trabalhos nesta segunda-feira e foi a principal novidade no treino do Cruzeiro. Depois de dois dias de folga, o elenco se reapresentou para iniciar a preparação para uma sequência de três jogos em dez dias.

Léo não entra em campo desde o dia 13 de agosto do ano passado, quando sofreu uma entorse no joelho na partida contra o Joinville, em rodada do Brasileirão. Na sequência, durante o treino no dia 3 de setembro, ele voltou a sentir dores e foi constatada a necessidade de cirurgia no local.

O procedimento foi realizado no dia 5 de setembro, quando os médicos corrigiram um problema no menisco do joelho direito. Desde então, Léo fazia reabilitação para voltar aos gramados em perfeitas condições. A retomada em campo aconteceu nesta segunda durante forte treino físico, seguido de trabalho com bola no campo.

O técnico Deivid não esboçou o time que enfrentará o Tupi, domingo, pelo Campeonato Mineiro. Uma baixa quase certa é o atacante Willian, com uma lesão muscular na coxa esquerda. O treinador ainda aguarda a evolução médica do jogador para definir o time. Depois do confronto com o Tupi, o Cruzeiro enfrentará o Fluminense na quarta-feira pela Copa Sul-Minas-Rio. No sábado, o rival será o Tricordiano, novamente pelo Estadual.

Apesar da dura sequência de jogos, o atacante Rafael Silva mantém a confiança. Um dos reforços da equipe para esta temporada, ele marcou dois gols nas duas primeiras partidas em que defendeu a camisa do Cruzeiro.

"Espero manter a sequência de gols. É sempre bom estar marcando, mas o importante mesmo é poder ajudar o Cruzeiro a vencer os jogos e conquistar os títulos. Nosso grupo de jogadores é de muita qualidade, ninguém tem cadeira cativa e temos tudo para chegar muito longe. A concorrência é grande e o Cruzeiro só tem a ganhar com isso", declarou o atacante, nesta segunda-feira.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.