AFP
AFP

Após rebaixamento e polêmica com repórter, Moyes se demite do Sunderland

Segundo clube, decisão partiu do treinador, que optou por sair sem compensações financeiras

O Estado de S.Paulo

22 Maio 2017 | 14h46

O ex-técnico do Manchester United, David Moyes, pediu demissão nesta segunda-feira do time que comandou nesta temporada, o Sunderland. De acordo com o clube, que foi rebaixado no Campeonato Inglês, a decisão partiu de Moyes, que optou por se desligar do clube sem compensações financeiras.

"Nos próximos dias, vamos reservar alguns dias para reflexão, e então focarmos na pré-temporada", disse o presidente do clube, Ellis Short. "Moyes trabalhou incansavelmente para evitar o rebaixamento do Sunderland no Campeonato Inglês."

Moyes se despede do Sunderland pouco mais de um mês depois de se envolver em uma polêmica que rendeu a ele um processo disciplinar na Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês). O caso foi aberto por conta de um comentário em tom de ameaça que o técnico fez depois de uma entrevista à BBC, após um empate sem gols de sua equipe contra o Burnley, pelo Campeonato Inglês.

Sem perceber que a câmera ainda estava ligada, depois de responder às perguntas da repórter Vicki Sparks, Moyes disse: "Você estava começando a soar um pouco maldosa no fim. Então, cuidado. Você ainda pode levar um tapa, mesmo sendo uma mulher. Cuidado na próxima vez que vier".

No último domingo, o Sunderland foi goleado por 5 a 1 pelo campeão Chelsea pela última rodada do Campeonato Inglês. O time terminou o torneio na lanterna com 24 pontos, tendo 26 derrotas, seis empates e seis vitórias em 38 jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.