Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Após reclamação de Cueva em substituição, Ceni elogia jogador

Peruano foi vaiado no Morumbi após deixar o gramado gesticulando para o banco de reservas

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

23 Maio 2017 | 08h22

Logo que foi substituído, as câmeras de televisão captaram o meia Cueva gesticulando bastante para o banco de reservas do São Paulo. Ele saiu do time aos 35 minutos do segundo tempo, ao ser substituído por João Schmidt, e não escondeu sua insatisfação com o momento ruim que vive, ao cair de rendimento após ter um ótimo início de temporada.

Apesar da frustração do peruano, o técnico Rogério Ceni avisou que conta com o jogador e sabe que ele pode render bastante para o São Paulo. Apesar de ter errado muito na vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, o jogador é titular absoluto do time. "Motivado e bem fisicamente, talvez seja um dos melhores meias do futebol brasileiro", disse Ceni.

Desde que caiu de produção, principalmente após a lesão na coxa que se agravou quando estava na seleção peruana, Cueva perdeu condicionamento físico ao ficar parado e ainda não conseguiu retomar a boa forma. Para Ceni, é questão de tempo para ser camisa 10 voltar a mostrar um bom futebol na equipe.

"O Cueva trabalhou durante a semana por dois períodos para aprimorar a parte física. Ele é um jogador importantíssimo para gente, é nosso principal armador e só foi substituído por causa do cansaço. O Avaí estava criando muito pelo lado que ele estava marcando e então coloquei o João para ter um fôlego novo", comentou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.