1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Após tentativa de invasão, Corinthians retorna em paz

Raphael Ramos - O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2014 | 20h 53

Elenco temia recepção hostil na chegada em São Paulo depois de torcedores tentarem invadir o vestiário do time na Arena Pantanal

Após um grupo de torcedores ligados à Gaviões da Fiel tentar invadir o vestiário da Arena Pantanal, na noite anterior, em Cuiabá, para cobrar os jogadores depois da derrota por 1 a 0 para o Bragantino, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a delegação do Corinthians desembarcou no início da noite desta quinta-feira no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), sem problemas. Não havia torcedores para protestar contra a equipe e apenas alguns passageiros no local pararam os atletas para pedir autógrafos e tirar fotos.

Entre os torcedores que tentaram invadir o vestiário da Arena Pantanal estava Rodrigo de Azevedo Lopes Fonseca, vice-presidente da Gaviões. Ele foi preso pela Polícia Militar por dano após chutar uma porta e foi levado para averiguação. O torcedor foi liberado nesta quinta-feira mesmo, após pagamento de fiança no valor de R$ 724,00, de acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública do Mato Grosso.

Conhecido na facção como Diguinho, ele é acusado de matar o palmeirense Diogo Lima Borges durante uma briga em 2005. Eleito vice-presidente no ano passado, na chapa encabeçada por Wagner da Costa, apelidado de BO, Diguinho fez campanha ajudando os 12 corintianos presos em Oruro, na Bolívia, acusados pela morte do jovem Kevin Espada durante partida contra o San Jose, pela Libertadores de 2013. Ele viajou até o país vizinho para prestar assistência aos colegas e comprar alimentos, roupas, remédios e cobertores aos presos. Quando retornou ao Brasil, foi eleito vice-presidente da Gaviões. Hoje, ele toca bumbo na bateria da organizada.

José Patrício/Estadão
Delegação não foi incomodada na chegada

NEGOCIAÇÃO
Após a tentativa de invasão ao vestiário da Arena Pantanal, o gerente de futebol Edu Gaspar e o coordenador técnico Alessandro conversaram com BO e outros líderes da Gaviões da Fiel para tentar acalmar os ânimos. Os jogadores deixaram os vestiários protegidos por um cordão de isolamento feito por seguranças e o ônibus da delegação foi escoltado até o hotel por batedores e viaturas da PM.

"Eles falaram sobre o resultado contra o Bragantino, mas eu expliquei que, obviamente, a gente tinha de ter ganho o jogo, mas a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil está totalmente aberta. No Campeonato Brasileiro, o time está na quarta colocação. Então falei para eles terem calma porque não há motivos para esse tipo de atitude", contou Edu Gaspar.

O gerente também criticou a imprensa pelo tratamento e espaço dado à tentativa de invasão. "Não teve nada demais. Estão dando muita ênfase para esse tipo de atitude. A imprensa tem de comentar, mas não poder dar a mídia que esses caras querem. Tem de fazer como a Fifa. Quando alguém invade o gramado, ela não mostra", disse.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo