Após título da Copa Verde, Luverdense empata com o CRB na Arena Pantanal

Time mostra cansaço e leva sufoco na segunda rodada da Série B

Estadao Conteudo

20 Maio 2017 | 18h34

Cansado e ainda de ressaca pela conquista do título da Copa Verde em cima do Paysandu, em Belém, na última quarta-feira, o Luverdense mostrou cansaço, não teve uma boa atuação e levou sufoco do CRB, nesta tarde, na Arena Pantanal, e ficou no empate por 1 a 1, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Este foi o primeiro ponto somado pelo time do Mato Grosso, que na estreia perdeu para o Juventude, por 2 a 1. O CRB aparece com quatro pontos, porque na primeira rodada venceu o Ceará, por 1 a 0.

O Luverdense começou em cima e abriu o placar logo aos quatro minutos. O meia Marcos Aurélio cobrou escanteio e o atacante Rafael Silva se antecipou na primeira trave para desviar de cabeça. O gol deu a impressão de que o time da casa tinha o controle do jogo. Chegava com relativa facilidade ao ataque e criava chances. Mas não as aproveitou.

O CRB foi bastante tímido, embora valorizasse a posse de bola. Mas chegou ao empate aos 33 minutos. Marcos Martins fez o lançamento nas costas do lateral adversário e a cobertura foi mal feita. A indefinição entre o zagueiro Neguete e o goleiro Diogo silva permitiu que Mailson aparecesse entre os dois e tocasse a bola para as redes.

No segundo tempo, o CRB voltou mais avançado e tentando explorar sua velocidade em cima dos laterais adversários. O Luverdense, com sinais de cansaço, foi acuado. Tanto que o técnico Júnior Rocha fez duas trocas aos dez minutos. Colocou Cleo Silva e Alaor, respectivamente, nos lugares de Macena e Eric. Instantes depois experimentou o jovem Léo Cereja na vaga do exausto Marcos Aurélio.

Em um contra ataque, aos 20 minutos, Rafael Silva aproveitou a falha do zagueiro Flávio Boaventura, que na dominou a bola no peito, entrou na área e soltou a bomba para defesa de Juliano em dois tempos. Já chovia bem e o CRB trocou Chico, que correu muito, por Erick Sales. Na sua primeira bola, ele apareceu no lado esquerdo e chutou firme para a defesa, com os pés, do goleiro Diogo Silva.

A chuva ficou mais forte e os últimos 15 minutos foram mais equilibrados. Mas o placar ficou aberto até o último minuto. O árbitro terminou o jogo em cima dos 45 minutos, porque a tempestade estava acompanhada de relâmpagos.

O Luverdense agora tem a semana toda para se recuperar, porque joga só no sábado, dia 27, às 16h30, diante do Londrina, no Estádio do Café. O CRB não tem descanso, porque terça-feira abre a terceira rodada da Série B, em casa, no Rei Pelé, diante do Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA

LUVERDENSE 1 X 1 CRB

LUVERDENSE - Diogo Silva; Aderlan, Pierre, Neguete e Paulinho; Ricardo, Eric (Alaor), Marcos Aurélio (Léo Cereja) e Douglas Baggio; Rafael Silva e Macena (Cleo Silva). Técnico: Júnior Rocha.

CRB - Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel e Diego; Adriano, Yuri, Edson Ratinho (Rodolfo) e Chico (Erick Salles); Mailson e Maxwell (Elvis). Técnico: Léo Condé.

GOLS - Rafael Silva, aos quatro, e Mailson, aos 33 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

CARTÕES AMARELOS - Neguete e Pierre (Luverdense). Adriano e Gabriel (CRB).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.