Lucas Merçon / Fluminense FC
Lucas Merçon / Fluminense FC

Após vitória na Copa do Brasil, Abel pede união política no Fluminense

Clube atravessa momento conturbado fora de campo, com torcedores pedindo saída do presidente

Estadão Conteúdo

01 Fevereiro 2018 | 10h58

O técnico Abel Braga celebrou a vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre a Caldense, em Poços de Caldas (MG), na noite de quarta-feira, resultado que classificou o time à segunda fase da Copa do Brasil. Ele lembrou que o time carioca atuou em um gramado muito ruim, do Estádio Ronaldão, e teve atuação segura no sistema defensivo.

+ Pedro agradece elogios de Abel e espera se firmar no Fluminense

+ Goleiro uruguaio celebra chegada ao Fluminense e elogia torcida: 'Me motivou'

"Mereceu a vitória, pois já tinha feito um gol legal que foi anulado no primeiro tempo. É muito difícil se adaptar a esse campo, mas estivemos muito bem postados e a Caldense não teve chance clara de gol. Mais um jogo sem sofrer gol, com a mesma formação tática", disse.

Abel torce para que a classificação dê mais tranquilidade ao Fluminense. O treinador pediu para que as forças políticas se unam, na sequência da invasão da reunião do Conselho Deliberativo do clube, na sede das Laranjeiras, em protesto contra a situação vivida pelo time, na última terça-feira, e para pedir a saída do atual presidente, Pedro Abad.

"A melhor coisa que aconteceu é que nós acordamos com notícia boa, pois acordamos todos os dias com notícias ruins do Fluminense. Está na hora de parar um pouco, está muito pesado. Mas que bom que terminou de maneira digna, foi da melhor maneira possível. Esse clube precisa se unir, as pessoas precisam tentar ajudar e colaborar, afinal não é ano político. Vamos ver se a gente consegue ter um rumo, nós do futebol estamos tentando", afirmou.

Para valorizar a vitória do Fluminense, Abel lembrou que recentemente o Cruzeiro também enfrentou a Caldense em Poços de Caldas, pelo Campeonato Mineiro, e não conseguiu sair do 0 a 0.

"A equipe competiu, fez um grande jogo, errou mais do que o normal, mas defendeu muito, competiu muito, lutou muito e estou feliz com tudo isso. Foi um jogo complicado, o Cruzeiro veio aqui e empatou, com dificuldade. Com essa grama a bola está sempre viva", comentou.

O Fluminense volta a entrar em campo no sábado, quando vai encarar o Macaé, pela última rodada da fase de classificação da Taça Guanabara, no estádio de Los Larios. Com cinco pontos e na quarta colocação no Grupo C, o time não depende das suas forças para avançar às semifinais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.