Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Após voltar da Austrália, Fagner diz ter sentido cansaço em jogo do Corinthians

Lateral lamenta dificuldade com fuso horário e readaptação ao Brasil no primeiro jogo depois de ter defendido a seleção

O Estado de S. Paulo

19 Junho 2017 | 11h00

O fuso horário de 13h de diferença entre Brasil e Austrália e o pouco tempo para se reacostumar pesaram para o lateral-direito Fagner, do Corinthians. Neste domingo, depois do empate em 0 a 0 com o Coritiba, no Couto Pereira, pelo Campeonato Brasileiro, o jogador foi uma das novidades no time titular e admitiu ter enfrentado dificuldades na partida, como o cansaço.

"Senti um pouco o fuso horário. São 13 horas de diferença, mais a viagem longa", afirmou o jogador. Fagner, assim como o meia Rodriguinho, esteve com a seleção brasileira para amistosos em Melbourne, na Austrália, contra a Argentina e a seleção local. A dupla se reapresentou na sexta-feira ao Corinthians após ser desfalques por três rodadas e atuou como titular no jogo contra o Coritiba.

A partida em horário diferente do comum, pela manhã, também complicou para os jogadores. "É óbvio que a gente queria a vitória, mas a gente sabe que jogar aqui em Curitiba é difícil. A equipe deles é bem montada. O importante foi pontuar e não deixar de marcar. Esse ponto vai nos ajudar muito lá na frente do campeonato", comentou Fagner.

O Corinthians corre o risco de perder a liderança do Campeonato Brasileiro nesta segunda-feira, caso o Grêmio derrote o Cruzeiro, no Mineirão. Por coincidência, a equipe gaúcha será adversária do Alvinegro no próximo domingo, em Porto Alegre. Antes disso, na quinta, o time do técnico Fábio Carille recebe o Bahia, na Arena Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.