1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Após zebras, time alemão prega cautela contra Gana

Paulo Favero - enviado especial a Fortaleza - Agência Estado

20 Junho 2014 | 15h 38

Segundo o jogador Khedira, o time está preparado e irá entrar concentrado em campo, durante o jogo do próximo sábado

A Alemanha está de olho nas lições que a Copa do Mundo está dando e promete força total e concentração máxima diante de Gana, mesmo tendo vindo de uma goleada sobre Portugal, considerada a segunda seleção mais forte da chave. "Do ponto de vista psicológico, mesmo depois de uma boa partida, temos de continuar atentos. A Itália perdeu para a Costa Rica, a Holanda sofreu contra a Austrália, e ambas tinha vencido o primeiro jogo", diz o técnico Joachim Löw.

O treinador alemão acha que sua equipe precisa ter muita seriedade contra um adversário que deu muito trabalho na Copa da África do Sul e que tem evoluído muito no futebol. "Ganhar o primeiro jogo é excelente, mas temos de continuar com firmeza contra Gana. Só uma vitória não basta para se classificar no grupo e não podemos reduzir a pressão", explica.

O volante Khedira, que teve boa atuação contra Portugal, já adotou a postura de seu comandante e quer ver seus companheiros mantendo o alto nível. "Não sei explicar porque o segundo jogo depois de uma partida bem sucedida é difícil, talvez seja uma coisa da cabeça, mas temos de estar bem preparados. Já temos experiência nisso, ganhamos o primeiro e o segundo jogo em outras competições e estamos alertas. Vamos entrar altamente concentrados", garante.

AP Photo/Matthias Schrader
O time alemão treinou nesta sexta-feira na Arena Castelão

Para a partida deste sábado contra Gana, no Castelão, em Fortaleza, a Alemanha tem uma dúvida. O zagueiro Hummels sofreu uma lesão na coxa direita e vai depender do treinamento da tarde desta sexta para ter sua escalação confirmada. Caso não posso jogar, Löw terá de mexer na defesa. "Vou esperar para ver suas condições, mas, se não puder atuar, posso deslocar o Boateng para a zaga ou colocar o Mustafi na defesa", antecipa.

Copa 2014