Rafael Arbex|Estadão
Rafael Arbex|Estadão

Apresentado, Anderson Martins elogia planejamento 'vitorioso' do São Paulo

Novo zagueiro tricolor disse que espera corresponder às expectativas e projeta disputa saudável por titularidade na zaga

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

12 Janeiro 2018 | 12h48

O zagueiro Anderson Martins, do São Paulo, reconheceu nesta sexta-feira, em sua apresentação no CT da Barra Funda, que não foi fácil decidir abrir mão de disputar a Libertadores com o Vasco neste ano, mas que está confiante no projeto "vitorioso" do clube paulista, onde chega para ficar três temporadas.

Com Anderson Martins, Dorival Junior tem sete opções para zaga tricolor

"Não foi fácil. Eu estava num grupo muito bom, com pessoas que me ajudaram muito", disse o atleta. "Abri mão de disputar a Libertadores neste ano, mas sei que o São Paulo vai ser forte e vitorioso, por tudo que projeta para os próximos anos. As expectativas são grandes. Espero agregar com minha experiência e procurar fortalecer cada vez mais o São Paulo."

O reforço projeta uma disputa saudável pelo posto de titular na zaga tricolor, que hoje tem Arboleda e Rodrigo Caio. "Sei da qualidade de todos que estão aqui, e isso só fortalece o grupo. Espero ajudar da melhor maneira possível. Respeito a todos e vou procurar meu espaço. Será um grande desafio. Não dá para se acomodar. Isso também faz parte dos motivos da minha decisão de vir para o São Paulo."

Anderson exaltou o diretor executivo de futebol do clube, Raí, e o coordenador, Ricardo Rocha. O zagueiro diz esperar absorver ao máximo o espírito vitorioso da dupla que comanda o futebol tricolor. "Quando soube do interesse deles, me animei porque são grandes referências para o clube. Raí e Ricardo, por tudo que eles viveram, os títulos, vao ajudar muito os jogadores. Esperamos absorver todo esse espírito de quando eles jogaram. Tem que aproveitar e colocar em prática o que eles vão nos passar de experiência."

 

O zagueiro reconhece que o São Paulo passou por dificuldades na última temporada, mas diz ver o time em alta após a recuperação no Campeonato Brasileiro. "No fim, o time já tinha se acertado, tinha outra postura. O São Paulo está numa crescente. Neste ano, a equipe tem se fortalecido e contratando peças que podem manter o bom nível do time nos torneios. Estou aqui para ajudar."

O atleta ainda lamentou a forma como saiu o Vasco - por causa de atrasos no pagamento de salários, ele e o clube optaram por rescindir o contrato -, e fez um agradecimento público à torcida.  "O sentimento era de que as coisas pudessem ter sido diferentes. Mas quero agradecer à torcida do Vasco, dizer que sempre tentei honrar a camisa e fazer meu melhor. Agora, tenho certeza que tomei a decisão certa para alcançar meus objetivos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.