Site Oficial / Flamengo
Site Oficial / Flamengo

Apresentado, novo vice de futebol do Flamengo fala em título da Sul-Americana

Cargo era ocupado pelo presidente Bandeira de Melo desde janeiro

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2017 | 13h30

O Flamengo tem novo vice-presidente de futebol. Nesta sexta-feira, o clube carioca anunciou que o cargo passa a ser ocupado por Ricardo Lomba, que, inclusive, já foi apresentado no Ninho do Urubu. A função vinha sendo exercida pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello após Flávio Godinho ser detido no fim de janeiro, durante a Operação Eficiência, um desdobramento da Lava Jato.

+ Diego Alves exalta Sul-Americana, mas admite Brasileiro como prioridade do Fla

"O cargo estava vago há algum tempo, eu estava acumulando a função. Mas vinha buscando alguém que tivesse o perfil e também estivesse totalmente alinhado aos princípios e à orientação da administração do Flamengo. Ricardo Lomba é um rubro-negro de arquibancada, como eu, sempre presente aos jogos do Flamengo, possui grande experiência em gestão de equipes e é o nome certo para o cargo", comentou o presidente.

Lomba chega ao Flamengo com o time ainda abalado pela derrota para o Cruzeiro nos pênaltis na final da Copa do Brasil. Mas ele acredita que o time pode terminar bem a temporada, pois está envolvido na Copa Sul-Americana - vai enfrentar o Fluminense nas quartas de final - e ocupa o sétimo lugar no Campeonato Brasileiro.

+ Rueda diz que meta é G4, mas admite que Flamengo precisa 'trabalhar melhor'

"Chego com muita expectativa. Não foi o resultado que esperávamos (a final da Copa do Brasil), mas temos um elenco muito qualificado, com totais chances de ganhar a Sul-Americana e fazer um bom papel no Brasileiro. Análises pontuais ainda teremos tempo de fazer", disse, mirando a conquista do torneio continental.

Em suas primeiras palavras como vice de futebol do Flamengo, Lomba exaltou a responsabilidade que está assumindo e prometeu que o time vai conquistar títulos expressivos em breve. "O tamanho da responsabilidade é realmente muito grande. O Flamengo é muito grande. Só aceitei esse desafio porque acho que com a diretoria, o departamento de futebol e os atletas, nós temos muitas condições de alcançar os objetivos. Temos sempre que pensar em títulos", afirmou.

Para que a sua promessa se cumpra, ele aposta na boa estrutura patrimonial do Flamengo e na força do elenco. "Temos uma estrutura fantástica aqui no CT, com profissionais de primeira linha e elenco muito bom. O sucesso em breve chegará com esses títulos a que me referi", elogiou.

Funcionário da Receita Federal, Lomba trabalha como Inspetor-Chefe na Alfândega do Rio, mas garantiu que a função não vai afetar o seu trabalho no clube. "Sim, tenho minha outra profissão, mas isso já foi conversado com o presidente e será equacionado. Vou ter bastante tempo para me dedicar ao Flamengo e ao dia a dia do futebol".

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.