Bruno Cantini/Atlético Mineiro
Bruno Cantini/Atlético Mineiro

Apresentado, Róger Guedes diz que Atlético é 'o maior de Minas' e celebra chegada

atacante avaliou que terá forte concorrência na briga por uma vaga no setor ofensivo do Atlético-MG

Estadao Conteudo

10 Janeiro 2018 | 14h22

Trocado pelo Atlético Mineiro com o Palmeiras por Marcos Rocha, Róger Guedes chegou ao clube emprestado por um ano, mas já aproveitou as suas primeiras declarações como jogador do time para provocar o rival Cruzeiro. E declarou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, não ter dúvida sobre qual é o principal time do futebol de Minas Gerais. "Se vier polêmica de lá a gente responde à altura. Estou muito tranquilo. A gente sabe que o maior de Minas é o Galo", afirmou.

+ Em apresentação, Erik mira sequência para recuperar bom futebol no Atlético-MG

+ Presidente minimiza reformulação e põe Atlético-MG na briga por títulos

O atacante avaliou que terá forte concorrência na briga por uma vaga no setor ofensivo do Atlético-MG, mas celebrou por vir sendo testado como titular pelo técnico Oswaldo de Oliveira nos primeiros treinos da pré-temporada do clube.

"Fiquei muito feliz de poder usar a camisa do Galo. Nos treinamentos, o professor está me dando bastante chance, está treinando uma equipe titular, estou muito feliz e espero honrar isso dentro de campo. Encaro a concorrência de forma sadia. No Palmeiras, quando cheguei, também eram muitos jogadores de nome. Vai ser uma briga sadia e espero sair na frente nessa briga para poder jogar", destacou.

Róger Guedes também festejou o fato de seguir atuando ao lado de Arouca e Erik, que também chegaram ao Atlético-MG após passagem pelo Palmeiras, e garantiu ter sido bem recebido pelos jogadores mais experientes do elenco. "Estou muito feliz. É um grupo muito unido, quando cheguei aqui todo mundo me recebeu muito bem, o Fábio Santos, o Elias. É uma honra poder jogar novamente com o Arouca e o Erik também", disse.

O diretor de futebol Alexandre Gallo explicou que a contratação de Roger Guedes se tornou prioridade para o Atlético-MG assim que Sergio Sette Câmara foi eleito para presidir o clube por acreditar que o jogador se insere no estilo de jogo que o time deve ter em 2018.

"O Róger é um atleta que, desde o primeiro dia depois de ter acertado minha vinda com o presidente, o doutor Sérgio, a gente visualizou, pelas condições e pela estrutura de equipe que a gente queria montar. É um atleta vencedor, campeão brasileiro, um atleta de alto rendimento e que a gente confia muito nele esse ano para nos trazer muitas alegrias. Sem dúvida, vai ser uma referência aqui no nosso ataque", disse Gallo.

Mais conteúdo sobre:
Atlético Mineiro Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.