1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Argentina é multada por não levar jogador a coletiva de imprensa

AE - Agência Estado

10 Julho 2014 | 21h 05

Em 3 coletivas pre-jogo, apenas o técnico Sabella compareceu

A Associação de Futebol da Argentina (AFA) foi multada, nesta quinta-feira, pela Fifa, por descumprir as regras da Copa do Mundo no que diz respeito à relação com a mídia. Os argentinos, que no domingo vão em busca do tricampeonato mundial diante da Alemanha, no Maracanã, terão que pagar à Fifa 300 mil francos suíços, o equivalente a R$ 750 mil.

A punição veio porque a Argentina enviou apenas o técnico Alejandro Sabella para três entrevistas coletivas pré-jogo, nas partidas contra Nigéria (última rodada da fase de grupos), Suíça (oitavas de final) e Bélgica (quartas de final). Quando já estava instaurado inquérito, o mesmo incidente ocorreu na semifinal, diante da Holanda.

A Fifa determina que, no dia anterior aos jogos, devem conceder entrevista coletiva, no estádio onde acontecerá a partida, o técnico da equipe e um jogador selecionado entre os 23 que compõem o grupo. Antes de Brasil e Alemanha, por exemplo, Felipão e Thiago Silva viajaram de helicóptero de Teresópolis para Belo Horizonte, logo após o treino na Granja Comary, para participarem da coletiva no Mineirão.

Clayton de Souza/Estadão
A Argentina terá que pagar à Fifa 300 mil francos suíços

De acordo com a Fifa, o objetivo da regulamentação é dar oportunidade à mídia e aos torcedores de seguirem a preparação da equipe. Além disso, a entrevista coletiva é uma oportunidade de a Fifa expor por mais tempo na mídia os patrocinadores da Copa.

Copa 2014