Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Artilheiro aprova o apelido 'Reidriguinho', mas não se acha craque do Corinthians

Rodriguinho volta a ter grande atuação ao marcar os dois gols do alvinegro sobre o Fluminense

O Estado de S.Paulo

15 Abril 2018 | 20h42

No Corinthians que se destaca pela força de conjunto, Rodriguinho fez os dois gols da vitória diante do Fluminense por 2 a 1, na estreia do atual campeão no Campeonato Brasileiro. Com isso, ele anotou os quatro últimos gols da equipe – ele já havia marcado contra o São Paulo e o Palmeiras pelo Campeonato Paulista. A boa fase fez com que a torcida o apelidasse de "Reidriguinho".

+ TABELA - Classificação do Brasileirão

+ Balbuena lamenta festa com atraso: 'Volta olímpica perdeu o calor do momento'

Na entrevista coletiva após a vitória deste domingo, na Arena Corinthians, o jogador de 30 anos aprovou o carinho das arquibancadas, mas não se vê protagonista. “Eu vejo essas coisas, não tem como. Até brinco com o Renê que ele é o "Yaya Renê". Eu gosto do Reidriguinho para ser sincero. É legal, é bacana, mas são coisas que deixamos para o torcedor”, afirmou o meia.

O artilheiro do time no ano com oito gols é um “rei” cheio de modéstia. “O momento que estou vivendo é incrível. Estou trabalhando para que isso se prolongue. Meus companheiros estão me ajudando muito, mas não sou protagonista, e sim apenas mais um atleta que está fazendo seu trabalho da melhor maneira possível. Divido os méritos com meus companheiros”, disse o jogador. 

Após a conquista dos primeiros três pontos no Brasileirão, Rodriguinho agora dirige o foco para a Libertadores. Nesta segunda-feira, a delegação viaja para a Argentina, onde enfrenta o Independiente, na quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.