José Miguel Gomez/Reuters
José Miguel Gomez/Reuters

Atlético-MG ganha a 1ª na Libertadores com gol de Lucas Pratto

Gol de atacante argentino mantém time vivo no Grupo 1 do torneio

Estadão Conteúdo

19 Março 2015 | 00h09

O Atlético Mineiro enfim conquistou sua primeira vitória nesta Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, o time de Levir Culpi foi até Bogotá para vencer o Independiente Santa Fe por um suado 1 a 0. Lucas Pratto, um dos principais reforços da equipe para a temporada, foi o autor do primeiro gol atleticano na competição.

Com o resultado, o Atlético se reabilitou no Grupo 1 e trouxe alívio à torcida, preocupada com as duas derrotas nas duas primeiras rodadas. Um novo tropeço deixaria o time em situação delicada na chave, que ainda é liderada pelo Independiente, com seis pontos. O Colo Colo, com os mesmos seis, ocupa o segundo lugar. O Atlético tem agora três pontos, assim como o Atlas.

Na próxima rodada, o Atlético voltará a encarar o Independiente, desta vez em casa, no dia 9 de abril. Colo Colo e Atlas se enfrentam no dia 7, no México.

O JOGO
Pressionado pelas derrotas, o Atlético entrou em campo com três reforços. Os laterais Marcos Rocha e Douglas Santos e o atacante Lucas Pratto estrearam na Libertadores nesta noite e causaram mudanças na postura da equipe em campo. Com dois laterais que se arriscam no ataque, o time brasileiro ganhou poder ofensivo ao mesmo tempo que reforçou sua defesa.

O equilíbrio, que não apareceu nas partidas anteriores, podia ser visto na maior facilidade com que o time chegava ao ataque. Logo aos 2 minutos, Luan levou perigo em finalização de fora da área. Zapata fez boa defesa. O Independiente respondeu aos 14 em chute de Roa, que parou nas mãos de Victor.

As chances para os dois lados fizeram as defesas apertarem a marcação e o jogo se concentrou no meio-campo, sem maiores oportunidades no ataque. Até que Douglas Santos deu um susto de Zapata ao acertar belo chute, de fora da área, aos 31. A bola passou à direita do gol colombiano. O Independiente também apertou e quase abriu o placar aos 38, em cabeçada de Meza, mandando por cima do travessão do Atlético.

Depois do primeiro tempo amarrado, a etapa final teve jogo mais franco. E, como aconteceu no início da partida, o Atlético foi para o ataque primeiro. Aos 3, Luan bateu cruzado e quase surpreendeu o goleiro colombiano. Cinco minutos depois, Omar Pérez levantou na área brasileira com perigo e Victor precisou se antecipar para tirar com os pés.

No lá e cá do jogo, o Atlético foi mais eficiente em sua resposta. Aos 13, Cárdenas cobrou escanteio na área e Lucas Pratto subiu entre três marcadores para cabecear para as redes. Foi o primeiro gol da equipe brasileira nesta Libertadores.

E o segundo quase surgiu aos 30. Em rápido contra-ataque pela esquerda, o Atlético chegou ao ataque com três contra um. Maicosuel acionou Carlos, que demorou para finalizar e foi desarmado dentro da área.

Sem aproveitar a chance para "matar" a partida, a equipe brasileira passou a levar perigo na defesa. Aos 21, Páez cabeceou na pequena área e Victor espalmou, em bela defesa. Nos minutos finais, Luis Arias caprichou no chute da entrada da área e carimbou o travessão. Nos últimos instantes da partida, o Atlético se segurou como pôde na defesa para garantir a vitória.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE SANTA FE 0 x 1 ATLÉTICO-MG

INDEPENDIENTE SANTA FE - Robinson Zapata; Yulián Anchico (Yamilson Rivera), Yerry Mina, Francisco Meza, Dairon Mosquera; Juan Daniel Roa, Daniel Torres, Luis Carlos Arias; Omar Pérez; Wilson Morelo, Luis Quinones (Luis Páez). Técnico: Gustavo Costas.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca e Cárdenas (Dodô); Luan (Maicosuel), Lucas Pratto (Danilo Pires) e Carlos. Técnico: Levir Culpi.

GOL - Lucas Pratto, aos 13 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Mosquera, Leandro Donizete.

ÁRBITRO - Néstor Pitana (ARG).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (COL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.