Site Oficial / Atlético-MG
Site Oficial / Atlético-MG

Atlético-MG lamenta empate em casa, mas mantém confiança: 'Jogo de 180 minutos'

Thiago Larghi aprova atuação da equipe e diz que faltou converter chances em gols

Estadão Conteúdo

03 Maio 2018 | 09h22

O técnico Thiago Larghi admitiu decepção com o empate por 0 a 0 do Atlético Mineiro com a Chapecoense, na noite de quarta-feira, no Independência, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Apesar disso, o treinador exibiu confiança para que o time conquiste a classificação à próxima fase no confronto de volta, marcado para 16 de maio, na Arena Condá.

+ Atlético Mineiro renova com lateral Patric

+ Palmeiras libera Juninho para o Atlético-MG por empréstimo

"O resultado não foi o que a gente esperava, mas foi um bom jogo. O time dominou o jogo, foi para cima o tempo todo, criou inúmeras chances e não conseguiu fazer o gol. Faz parte do futebol, o outro time estava se defendendo, conseguiu se defender, zero a zero, mas é um jogo de 180 minutos, tem mais 90 lá e temos tudo para classificar", disse.

Na avaliação de Larghi, a retranca da Chapecoense dificultou as ações do Atlético-MG. Ainda assim, ele garantiu ter aprovado a atuação do seu time, apontando que a equipe teve o maior controle da posse de bola e finalizou diversas vezes, embora isso não tenha sido suficiente para evitar o empate sem gols.

"Eles estavam com dez defendendo atrás da linha da bola. Criamos as chances, tivemos domínio total do jogo, posse de bola, número de passes e finalizações, mas, infelizmente, não conseguimos converter em gol", analisou o treinador.

Após o duelo com a Chapecoense, o Atlético-MG volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No sábado, o time vai visitar o São Paulo, no Morumbi, em duelo válido pela quarta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.