Atlético-PR tenta evitar eliminação

O Atlético Paranaense agarra-se às possibilidades matemáticas de classificação no Grupo 4 da Libertadores da América para se motivar para a partida desta terça-feira, às 19 horas, contra o Olmedo, do Equador, na Arena da Baixada, em Curitiba. Faltando duas rodadas para o encerramento da fase classificatória, o campeão brasileiro é o último colocado, com apenas dois pontos. O Olmedo, ao contrário, é o líder do grupo, com nove pontos, e garante a classificação com um empate. Além de vencer os dois compromissos que lhe restam - Olmedo, nesta terça-feira, e América, dia 27, em Cali -, o Atlético torce também por uma combinação de resultados entre os outros concorrentes. América e Bolívar estão com cinco pontos. Como a decisão pode ocorrer pelo saldo de gols, Geninho não desanima. "Marcamos 13 gols em três jogos, é sinal de que o ataque funciona", disse. Nesses jogos, a defesa levou cinco gols, todos contra o Bolívar. Com a suspensão do atacante Ilan e do meia Adriano, o artilheiro Kléber retorna ao time. No fim de semana, na vitória do time paranaense sobre o Pelotas, por 4 a 0, Kléber não entrou por estar com o joelho direito inchado. Nesta segunda-feira, ele passou pelos exames médicos e treinou normalmente. Para o meio-de-campo, o técnico Geninho confirmou Flávio Luiz que, apesar de ter a marcação como característica, terá também liberdade para atacar.

Agencia Estado,

18 Março 2002 | 17h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.