Sakchai Lalit/AP
Sakchai Lalit/AP

Austrália contrata técnico que levou Holanda à final da Copa de 2010

Bert Van Marwijk, que foi demitido da Arábia Saudita após classificar o país para o Mundial, ganha chance de estar na Rússia

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 23h06

Pouco mais de dois meses sem treinador, desde que o grego Ange Postecoglou decidiu não permanecer no cargo, a Austrália tem um novo comandante para a disputa da Copa do Mundo da Rússia. Nesta quarta-feira, o holandês Bert Van Marwijk, que estava desempregado desde que foi demitido pela seleção da Arábia Saudita mesmo conseguindo levar o país ao Mundial, foi contratado.

+ Comissão de Tite observa convocáveis para fechar lista para amistosos

A escolha australiana pelo técnico holandês se dá pelo seu bom currículo. Em 2010, Bert Van Marwijk comandou a Holanda na campanha que resultou no vice do Mundial da África do Sul - derrota para a Espanha na final. Steven Lowy, presidente da Federação Australiana de Futebol (FFA, na sigla em inglês), se mostrou bastante satisfeito com a contratação, categorizando o treinador holandês como um profissional bastante experiente.

"Esse é um grande resultado para o futebol australiano. Bert Van Marwijk é um treinador de nível mundial. Ele levou a Holanda até a final da Copa do Mundo de 2010, liderou a Arábia Saudita para qualificá-la ao Mundial e, o mais importante, ele conhece como o nosso time joga, porque o estudou de perto como técnico de um time adversário que estava no mesmo grupo que o nosso nas Eliminatórias para a Copa", disse o dirigente.

Além de Bert Van Mawijk, os australianos tinham como uma opção o brasileiro Luiz Felipe Scolari, desempregado desde que deixou o comando do Guangzhou Evergrande, da China, no final de 2017. A Austrália disputará a Copa do Mundo no Grupo C ao lado de Dinamarca, França e Peru.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.