Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Balbuena lamenta festa com atraso: 'Volta olímpica perdeu o calor do momento'

Equipe alvinegra comemorou título paulista diante de sua torcida uma semana depois de despachar o Palmeiras no Allianz Parque

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 Abril 2018 | 19h42

Ao final da vitória sobre o Fluminense por 2 a 1, na arena em Itaquera, na tarde deste domingo, os atletas do Corinthians permaneceram no gramado e deram a volta olímpica pela conquista do bicampeonato paulista, conquistado na semana passada. Como o título foi assegurado no Allianz Parque, estádio do Palmeiras e sem a presença da torcida corintiana, a festa ficou para este domingo.

+ Rodriguinho volta a decidir e Corinthians bate o Fluminense no Brasileirão

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

+ Com gol de pênalti nos acréscimos, Vasco vence o Atlético-MG de virada

+ No retorno ao Brasileirão, Inter bate o Bahia com dois de Nico López

Para os jogadores, a celebração não teve o mesmo sabor. "É diferente. Perdeu o calor do momento, mas é importante comemorar. Melhor tarde do que nunca", disse o zagueiro paraguaio Balbuena.

Para o meio-campista Maycon, que entrou no segundo tempo contra o Fluminense e foi importante na construção da jogada do gol da vitória, a festa também foi diferente. "Tinha a emoção daquele jogo, que foi um triunfo bastante difícil. Hoje, a gente já estava concentrado para o Fluminense, mas foi importante porque conseguimos comemorar as duas coisas", disse o jogador.

Durante a cerimônia, os jogadores do Corinthians vestiram uma camisa com a inscrição "A fé nunca falha". A frase foi uma referência à semana anterior ao duelo decisivo com o Palmeiras, quando o time usou a frase de motivação "Nunca foi fácil, vamos na fé".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.