Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Balbuena preocupa e zaga volta a ser problema para Carille no Corinthians

Gravidade da lesão do defensor será conhecida apenas na terça-feira

O Estado de S. Paulo

22 Maio 2017 | 07h00

A zaga voltou a ser um problema para Fábio Carille resolver no Corinthians ao longo da semana. O paraguaio Balbuena sentiu dores na coxa direita e acabou substituído por Léo Santos aos 22 minutos do segundo tempo no triunfo sobre o Vitória por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, e virou nova baixa na equipe.

A gravidade da lesão do defensor só será conhecida na terça-feira, quando o elenco se reapresenta no CT Joaquim Grava para se preparar para o confronto com o Atlético-GO, no próximo domingo, às 16 horas, no Serra Dourada. 

"A situação dele só saberemos na terça-feira, na reapresentação, quando ele fizer exames. Mas estou muito satisfeito com meu grupo. O Pedro precisou entrar em um jogo muito difícil lá no Chile e foi muito bem, hoje (domingo) deu resposta boa. O Léo Santos é promissor. É claro que a gente não gosta de perder ninguém, é chato, mas não costumo ficar lamentando", disse o treinador. 

O elenco alvinegro é composto pelos zagueiros Balbuena, Pablo, Vilson, Léo Santos e Pedro Henrique. O problema é que Carille aguarda a recuperação de Vilson, que foi submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo em março e ainda não foi liberado pelo departamento médico, e de Pablo, que sentiu um desconforto na coxa direita na estreia do Corinthians no Brasileirão, diante da Chapecoense, no dia 13 de maio. 

Peça-chave no sistema defensivo do Corinthians, Pablo deve voltar aos treinos nos próximos dias. Na semana passada, o médico Julio Stancati explicou que o incômodo sentido pelo zagueiro era decorrente de uma antiga fibrose e afirmou que os exames não detectaram lesão muscular.

Neste domingo, Pedro Henrique ganhou chance entre os titulares e teve uma atuação segura diante do Vitória. Se a lesão de Balbuena se confirmar, o zagueiro de 21 anos será mantido na equipe para a terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Em março, também foi beneficiado pela ausência do paraguaio e emplacou uma sequência de jogos.

A carência na posição faz a diretoria corintiana procurar um zagueiro no mercado. O principal alvo é Anderson Martins, que passou pelo clube em 2014 e negocia a rescisão de seu contrato com o El Jaish, do Catar. Neste fim de semana, o técnico Fábio Carille admitiu interesse no defensor e disse que o Corinthians vai entrar na briga para contratá-lo.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.