1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Barcelona é dono de metade do título espanhol

José Orenstein - estadão.com.br

11 Julho 2010 | 18h 33

Equipe da Catalunha, região orgulhosa da sua autonomia em relação à Espanha, tem seis jogadores entre os titulares da seleção campeã do mundo

Torcedores festejam a vitória espanhola em Barcelona, na Plaza de España - (Emilio Morenatti/AP)

 

SÃO PAULO - Se há um time que pode se dizer corresponsável pelo título inédito da Espanha, este time é o Barcelona. A equipe azul e grená dirigida por Guardiola tem nada menos que seis titulares na seleção que começou o jogo da final contra a Holanda.

 

Puyol, Piqué, Busquets, Xavi, Iniesta, Pedro - todos formados na base do time catalão - compõem a espinha da Fúria. E o time ainda deve contar com Villa, artilheiro recém-contratado pelo Barça para a próxima temporada. Como se não bastasse, não é exagerado dizer que o time de Vicente del Bosque emula o jeito de jogar do Barcelona - muita posse e toque de bola e ofensividade.

 

Veja também:

linkSeleção espanhola não decepciona internautas

especialPAPEL DE PAREDE - 1024 / 1028

mais imagens GALERIA - Imagens da final

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação

 

Curiosamente, a base da seleção espanhola provém de um time da Catalunha, região que reivindica maior autonomia em relação à nação que lhe compreende. Neste sábado, inclusive, um milhão de pessoas foram às ruas de Barcelona manifestar-se em favor da manutenção da identidade local, após decisão de corte constitucional que negou à Catalunha o direito de ser reconhecida como nação.

 

Mas, neste domingo, a festa parece mesmo ser toda pela Espanha unificada. Milhares tomaram as ruas para assistir à partida na Plaza de Espana, em Barcelona, e explodiram em alegria com a conquista inédita da taça do mundo - que, aliás, foi erguida pelo goleiro do arquirrival Real Madrid, Casillas.