Javier Soriano/AFP
Javier Soriano/AFP

Barcelona empata com o Atlético de Madrid e perde os 100% no Espanhol

Suárez salva equipe catalã de derrota e garante empate por 1 a 1 na nova casa dos madrilenhos

Estadão Conteúdo

14 Outubro 2017 | 18h10

O Barcelona teve boa atuação neste sábado e esteve próximo de conquistar uma grande virada. Não conseguiu. Mesmo com Messi e Suárez inspirados, a equipe parou na excelente atuação do goleiro esloveno Oblak e ficou no empate por 1 a 1 contra o Atlético de Madrid, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, pela oitava rodada do Campeonato Espanhol.

+ Cristiano Ronaldo decide e Real Madrid bate Getafe no Espanhol

+ Com gols de Gabriel Jesus e Fernandinho, Manchester City faz 7 a 2 no Stoke City

O resultado encerrou a campanha de 100% de aproveitamento do Barcelona. Ainda assim, a equipe se manteve com folga na liderança, agora com 22 pontos, cinco na frente do segundo colocado Real Madrid. Já o Atlético de Madrid vem em terceiro com 16.

Com seus principais jogadores em campo, como Piqué, Rakitic e Suárez, que defenderam suas seleções durante a janela das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o Barcelona apostava no embalo de Messi.

O craque, afinal, fora decisivo e marcara os três gols da vitória sobre o Equador, por 3 a 1, que classificou a Argentina para o Mundial da Rússia. E Messi não decepcionou neste sábado. Foi participativo, criou boas chances e finalizou inúmeras vezes. Mas parou quase sempre em Oblak - e, quando ele nada pôde fazer, na trave.

Logo no primeiro minuto Messi tabelou com Suárez, ganhou de Filipe Luís, foi prensado no momento do chute e a bola saiu com perigo. Aos poucos, porém, o Atlético de Madrid foi melhorando. E, quando dominava o duelo, abriu o placar aos 20 minutos, em finalização do volante Saúl Ñíguez que contou com pequeno desvio na zaga.

O gol arrefeceu o ânimo do Barcelona. Embora rondasse a área adversária, a equipe sofreu para criar até o intervalo. Mas tudo mudou no segundo tempo. Messi acordou novamente e, aos nove, deu passe para Suárez chutar e exigir boa defesa de Oblak. Três minutos depois, de falta, o argentino acertou a trave. E ele também finalizou com perigo aos 20 e aos 25 - a primeira parou no goleiro e a segunda saiu por pouco.

Se Messi criava e errava o alvo, Suárez tratou de corrigir o problema aos 36, três minutos depois de Paulinho ir a campo: após bom cruzamento de Sergi Roberto, o atacante uruguaio cabeceou para o chão, com perfeição, e empatou o duelo.

Os minutos finais foram difíceis para o torcedor do Atlético de Madrid. Embalado pelo gol, o Barcelona criou novas oportunidades e teve boa chance aos 48, em falta muito próxima à área. Era o lance decisivo do jogo. Messi bateu firme e no canto. E, mais uma vez, parou em Oblak, que defendeu firme.

Ainda neste sábado, jogando fora de casa, a Real Sociedad superou o vice-lanterna Alaves por 2 a 0, chegou aos 13 pontos e saltou para a sétima colocação. Mikel Oyarzabal e Aritz Elustondo fizeram os gols do triunfo, ambos no segundo tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.