Assine o Estadão
assine

Esportes

futebol

Barkley vê Copa como 'aprendizado' para jovens ingleses

Desclassificada na fase de grupos desta Copa, a Inglaterra repetiu o marco negativo que não ocorria desde 1958. Com certeza, uma grande decepção, mas não o fim do mundo para jogadores jovens de uma seleção bastante renovada. Um deles é o meia de 20 anos Ross Barkley, que acredita que a eliminação precoce deixou uma lição para os estreantes em Mundiais.

0

AE,
Agência Estado

25 Junho 2014 | 14h53

"É uma grande decepção, no meu ponto de vista. Mas você tem que tirar esse tipo de coisa como aprendizado", disse o jogador, em coletiva de imprensa em Belo Horizonte, na noite desta terça-feira, pouco antes do embarque da delegação de volta para Londres.

O meio-campista que atua na elite do futebol inglês, pelo Everton, contou também que os conselhos de veteranos consagrados que lideraram a equipe no Brasil vão ajudar os mais jovens nas próximas Copas. "Acho que saí ganhando com esse torneio, e todos os mais jovens também, mesmo não rendendo bem dentro de campo. Penso que ter tido a vivência com os mais experientes foi muito bom pra mim", analisou.

Além de Barkley, com o projeto de renovação os ingleses têm no elenco alguns atletas que já se destacam em seus clubes e ainda não completaram 23 anos. São eles os meias Raheem Sterling, do Liverpool; Jack Wilshere e Alex Oxlade-Chamberlain, do Arsenal; e os zagueiros Phil Jones, do Manchester United, e Luke Shaw, do Southampton.

Mais conteúdo sobre: