Assine o Estadão
assine

Esportes

São Paulo FC

Bauza justifica Denis como capitão e aprova a estreia de Lugano

Técnico diz que capitão tem de jogar sempre e elogia experiência do goleiro

0

Daniel Batista,
Estadão Conteúdo

21 Fevereiro 2016 | 20h10

Uma decisão do técnico argentino Edgardo Bauza surpreendeu até os jogadores do São Paulo neste domingo. Embora Diego Lugano tenha feito a estreia pela equipe diante do Rio Claro, o treinador optou por dar a braçadeira de capitão ao goleiro Denis - Michel Bastos, que foi afastado, vinha sendo o capitão do time até então.

O argentino explicou o motivo da decisão. "Acredito que o capitão tem que ser titular em todas as partidas. Não pode ser capitão alguém que joga jogo sim e jogo não. É possível que o Lugano não consiga atuar na quarta (contra o Novorizontino, no Pacaembu). Não gosto de mudar o capitão de um jogo para outro. E o Denis tem experiência", disse o comandante.

O goleiro admitiu surpresa com a decisão. "Para falar a verdade, eu nem esperava. Mas fico contente pela confiança do treinador", disse o camisa 1 tricolor. Já Lugano deu de ombros para a ausência da faixa. "Dênis está há muito tempo no grupo. É natural (ele ser capitão) e para mim é algo indiferente", completou.

Apesar da decisão, Bauza aprovou a atuação de Lugano. "Estamos contentes com a volta do Lugano, que estava se preparando para esse jogo desde que voltou. Felizmente acabou o jogo bem, sem problemas. Vamos esperar as próximas 48 horas para ver se ele joga quarta ou vai descansar no sábado. O importante é que ele acabou o jogo sem dor e não teve problema algum".

Comentários