Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Bauza também defende Lucão: 'Não podemos crucificá-lo'

Futebol

Werther Santana|Estadão

Bauza também defende Lucão: 'Não podemos crucificá-lo'

Técnico do São Paulo absolve zagueiro após falha em derrota

0

Raphael Ramos,
Estadão Conteúdo

14 Fevereiro 2016 | 20h14

O técnico Edgardo Bauza e os jogadores do São Paulo saíram em defesa de Lucão e evitaram colocar no jogador a culpa da derrota para o Corinthians por 2 a 0 pela quarta rodada do Campeonato Paulista. O zagueiro teve atuação desastrosa no Itaquerão neste domingo. No lance do primeiro gol ele entregou a bola para Lucca e no lance do segundo não acompanhou Yago na marcação.

"Não podemos crucificar o Lucão. Todos cometem erros. Ele teve o azar de um erro que custou o gol. É um jogador jovem com muito futuro. Esse tipo de coisa vai ajudá-lo a crescer. Estou seguro de que isso vai ajudá-lo", disse Bauza.

São grandes as chances de Lucão ser titular novamente na quarta-feira, contra o The Strongest, no Pacaembu. Por isso, os jogadores também trataram de incentivar o zagueiro. "Não adianta falar que perdemos por causa do Lucão. Aqui é um grupo e estamos todos juntos", disse Michel Bastos.

Hudson também saiu em defesa do zagueiro. "O que aconteceu com o Lucão foi uma fatalidade. Ele é um menino que trabalha muito", disse o volante.

Para o goleiro Denis, o que houve no lance do primeiro gol foi uma falha de comunicação entre ele e Lucão. O zagueiro não ouviu o goleiro e acabou errando na hora de recuar a bola.

"Não estou aqui para apontar erro de ninguém. Eu gritei porque vi que o jogador do Corinthians virou de costas, mas ele não me ouviu. É difícil a comunicação com estádio lotado. Não tem de colocar culpado em alguém, vamos trabalhar para não errar mais", disse.

Comentários