Fabian Bimmer/Reuters
Fabian Bimmer/Reuters

Bayern vence Hamburgo e iguala pontuação do líder Borussia Dortmund no Alemão

Tolisso marcou o único gol da partida aos seis minutos do segundo tempo

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2017 | 17h14

A nova passagem de Jupp Heynckes pelo Bayern de Munique é, até agora, perfeita. Neste sábado, o time conquistou a terceira vitória em três jogos sob o comando do treinador ao derrotar o Hamburgo por 1 a 0, fora de casa, pela nona rodada do Campeonato Alemão, tendo disputado todo o segundo tempo com um jogador a mais.

+ Leia mais notícias sobre futebol internacional

+ Confira a tabela do Campeonato Alemão

+ Dortmund abre vantagem, mas vacila e só empata com o Frankfurt no Alemão

O novo triunfo do Bayern com Heynckes foi o segundo pelo Campeonato Alemão - o outro aconteceu na Liga dos Campeões da Europa - e embolou de vez a disputa pela liderança do Campeonato Alemão, ainda mais que o Borussia Dortmund só empatou com o Eintracht Frankfurt por 2 a 2, também neste sábado.

Com isso, o Dortmund ainda permanece na liderança do Alemão, mas agora está igualado em pontos com o Bayern - ambos tem 20 -, separados apenas pelo saldo de gols - 18 a 15. O Hamburgo segue próximo da zona de rebaixamento, em 15º lugar, com apenas sete pontos.

O gol da vitória do Bayern saiu aos seis minutos do segundo tempo, após falha do sistema defensivo do Hamburgo, que não cortou cruzamento de Alaba, permitindo que Tolisso finalizasse às redes. Naquele momento, o time já estava em vantagem, numérica, pois Gideon Jung foi expulso aos 38 minutos da etapa inicial.

O Bayern, aliás, teve controle praticamente total da partida, tendo chances até para construir uma vitória maior, o que acabou não acontecendo. Ainda assim, o time venceu sem sustos.

O próximo compromisso do Bayern será pela Copa da Alemanha, na próxima quarta-feira, diante do RB Leipzig, fora de casa. Os times também se enfrentarão no sábado, pelo Campeonato Alemão, mas em Munique. No mesmo dia, o Hamburgo vai visitar o Hertha Berlin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.