Benazzi troca Matonense pelo Marília

O técnico Vágner Benazzi, conhecido no interior paulista como o "Rei do Acesso", foi apresentado na tarde desta quarta-feira como novo treinador do Marília para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-2. O treinador, que estava na Matonense, preferiu deixar o clube da Série A-1 em virtude da maior estrutura do MAC, apontado como um dos favoritos ao título. Administrado pela American Sports, o Marília foi o time que mais investiu na temporada. Os dirigentes acreditam que o Torneio Rio-São Paulo possa fracassar e os grandes devam voltar a disputar o Paulistão em 2003. "O Marília é um clube com bastante estrutura. Aceitei o convite pela seriedade e profissionalismo com que estão trabalhando", explicou Benazzi, que no ano passado levou o Atlético Sorocaba à Série A-2 e o Figueirense à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Após perder em casa para o Rio Preto, por 1 a 0, Vanderlei Paiva foi demitido no Marília, que divide a liderança da Série A-2 com Rio Preto e Francana, todos com 15 pontos ganhos. "Resolvemos não arriscar com técnico, tanto que trouxemos o melhor que existe para subir o Marília", justificou o presidente José Roberto Mayo. Além de Vágner Benazzi, a diretoria apresentou o lateral-esquerdo Rossato, do União Barbarense. Considerado um dos melhores jogadores da competição, foi trocado por Ronaldo Alfredo, que também já se apresentou ao time de Santa Bárbara D´Oeste.

Agencia Estado,

13 Março 2002 | 15h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.