Beneficiado por derrota do Zenit, Spartak Moscou conquista 22º título na Rússia

Equipe encerrou jejum que vinha desde 2001

Estadao Conteudo

07 Maio 2017 | 18h54

O Spartak Moscou conquistou, neste domingo, o 22º título nacional de sua história no Campeonato Russo, sendo o primeiro desde 2001, com três rodadas de antecipação. A equipe da capital foi beneficiada pela derrota do Zenit, em São Petersburgo, para o Terek Grosny por 1 a 0.

O gol da vitória do Terek Grosny, da equipe da capital da Chechênia, uma das federações russas, aconteceu no segundo tempo e teve a participação de um jogador brasileiro. O zagueiro Rodolfo, que já atuou no Brasil por Fluminense, Grêmio e Vasco, cobrou a falta que sobrou para Mbengue concluir para o gol.

O Spartak Moscou, equipe comandada pelo técnico italiano Massimo Carrera e que conta com os brasileiros Luiz Adriano, Fernando e Maurício, havia ganho do Tomsk por 1 a 0, no último sábado, com gol marcado em cobrança de pênalti pelo holandês Quincy Promes, chegou aos 63 pontos na competição e não pode mais ser alcançada por nenhum adversário.

O CSKA, campeão da temporada passada, é o segundo colocado, com 53 pontos, o Zenit tem 52, ocupando a terceira colocação do campeonato, e o Krasnodar é o quarto na tabela com 45 pontos.

O Campeonato Russo oferece vaga na Liga dos Campeões da Europa para os dois primeiros colocados. Na Liga Europa, entram terceiro e quarto colocados da competição. Hoje, Spartak Moscou e CSKA estariam na principal competição europeia. Já Zenit e Krasnodar seriam os representantes do país na Liga Europa.

Mais conteúdo sobre:
Futebol internacional futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.