1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Berlim aumenta área destinada a torcedores antes de Brasil x Alemanha na Copa

ANJA NILSSON - REUTERS

08 Julho 2014 | 15h 16

Desde 2006, centenas de milhares de alemães lotam as avenidas que cortam o coração de Berlim para apoiar a seleção do país e perdem a inibição com os rostos pintados e sob um mar de bandeiras.

A área dedicada aos torcedores é tão popular que os organizadores ampliaram o local em 500 metros para o jogo desta terça-feira contra o Brasil pela semifinal da Copa do Mundo.

Os fãs terão um espaço de 1,3 quilômetro para vibrar, desde o Portão de Brandenburgo até a Coluna da Vitória.

"O esporte une as pessoas. Você celebra, torce, bebe cerveja e faz novas amizades", disse Monique Sternbeck, uma agente de turismo de 25 anos que pintou o rosto de preto, vermelho e amarelo.

Ela frequenta o local desde 2006, quando a Alemanha sediou a Copa do Mundo e terminou de forma surpreendente em 3º lugar, conquistando o coração da torcida.

Uma multidão de torcedores, de bávaros vestidos à carater a adolescentes turcos enrolados em bandeiras da Alemanha, tomou as ruas de Berlim para assistir a jogos da Copa em telões e participar de uma festa com um mês de duração, que inclusive foi considerada responsável por um "baby boom" nove meses depois.

Numa tentativa de repetir esse sentimento, a área destinada aos torcedores em Berlim foi montada também nas Eurocopas e Copas do Mundo subsequentes.

"Desde 2006 nós estamos sempre na primeira fila torcendo", disse Mathias Lehmann, um autônomo de 28 anos, que chegou ao local nove horas antes do pontapé inicial da partida em Belo Horizonte. "Estou bastante confiante. Acho que a Alemanha vai vencer".

Cerca de 2 milhões de torcedores estiveram no local durante a Copa do Mundo do Brasil, de acordo com Anja Marx, porta-voz dos organizadores.