1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Blatter se esconde dos holofotes e assiste a apenas dois jogos

Jamil Chade, enviado especial ao Rio  - O Estado de S. Paulo

15 Junho 2014 | 13h 05

Presidente da Fifa quebra rotina de outros Mundiais e, além de não discursar, faz poucas viagens pelo Brasil para acompanhar Copa 

Se o público tem aparecido em grande número, uma ausência notável nos estádios da Copa do Mundo é do presidente da Fifa, Joseph Blatter. O cartola foi apenas ao jogo inaugural e, neste domingo, está em Brasília para sua segunda partida. O restante do tempo ele tem permanecido em seu hotel, no Rio de Janeiro.  

Em edições anteriores das Copas, Blatter tem feito questão de percorrer os países e estar em muitos dos jogos. Desta vez, ele não discursou na abertura e as câmeras oficiais da Fifa tem evitado colocar sua imagem no telão dos estádios.  

Questionado pelo Estado se isso era uma política da entidade para evitar uma vaia ao cartola, o diretor de televisão da Fifa, Niclas Ericson, negou. "Estamos focados no gramado e no futebol", insistiu.

Michael Sohn/AP
FIFA President Sepp Blatter, right, applauds before the start of the group E World Cup soccer match between Switzerland and Ecuador at the Estadio Nacional in Brasilia, Brazil, Sunday, June 15, 2014. (AP Photo/Michael Sohn)

Blatter ainda ignorou alguns dos maiores jogos da Copa, como Holanda x Espanha ou Itália x Inglaterra. O cartola também não irá ao primeiro jogo no Maracanã, entre Argentina x Bósnia. Ele preferiu viajar até Brasília para assistir sua seleção, a Suíça. 

Na abertura da Copa das Confederações, Blatter foi vaiado. No jogo inaugural da Copa do Mundo, na semana passada, parte das ofensas dos torcedores foi direcionada também contra o cartola. A Fifa minimizou os ataques, alertando que defende a "liberdade de expressão".

Copa 2014