Christof Sache / AFP
Christof Sache / AFP

Borussia Dortmund confirma lesão grave e Reus fora dos campos por 'vários meses'

Alemão teve uma ruptura parcial do ligamento cruzado do seu joelho direito na final da Copa da Alemanha

Estadão Conteúdo

29 Maio 2017 | 10h30

O Borussia Dortmund confirmou nesta segunda-feira que Marco Reus irá desfalcar o time por 'vários meses' após exames detectarem que ele teve uma ruptura parcial do ligamento cruzado do seu joelho direito. O meia-atacante sofreu a grave lesão durante o primeiro tempo da final da Copa da Alemanha, no último sábado, no Estádio Olímpico de Berlim, onde o seu time venceu o Eintracht Frankfurt por 2 a 1 para conquistar pela quarta vez em sua história o título da competição.

Por meio de comunicado divulgado em seu site oficial, o clube informou que outros exames serão realizados nos próximos dias para determinar o tratamento mais adequado a ser realizado, assim como enfatizou que ainda não fará "qualquer prognóstico preciso sobre o tempo de ausência do jogador" dos gramados.

Entretanto, o Borussia Dortmund deixou claro que a recuperação deverá ser longa para Reus, que amarga este novo golpe para a sua carreira, atrapalhada anteriormente por outras graves lesões. Por causa delas, o astro ficou fora da Copa do Mundo de 2014, conquistada justamente pela Alemanha, no Brasil, e também se ausentou da Eurocopa do ano passado, na França, onde a seleção do seu país caiu nas semifinais diante dos anfitriões.

O meia-atacante recebeu essa péssima notícia na mesma semana em que irá completar 28 anos de idade, nesta quarta-feira. No último sábado, embora tenha se lesionado, ele conquistou o seu primeiro título de expressão com a camisa do Borussia Dortmund, pelo qual anteriormente só havia faturado por duas vezes a Supercopa da Alemanha, torneio de menor importância, em 2013 e 2014.

"O Borussia Dortmund deseja ao seu herói da Copa da Alemanha a mais rápida recuperação possível", ressaltou o clube no comunicado oficial desta segunda-feira, se referindo ao fato de que o jogador, mesmo após se lesionar, ficou em campo até o final do primeiro tempo da final contra Eintracht Frankfurt antes de ser substituído por Christian Pulisic após o intervalo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.