1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Botafogo joga contra Chapecoense para evitar a degola

Estadão Conteúdo

23 Agosto 2014 | 07h 05

Equipe catarinense busca terceiro triunfo consecutivo contra equipes cariocas, neste sábado, no Estádio Maracanã

O Botafogo está em uma posição perigosa na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com apenas um ponto acima da zona de rebaixamento. O time vai tentar fugir de vez da área de risco contra a Chapecoense, neste sábado, às 18h30, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 17.ª rodada. Para isso, vai repetir a mesma escalação das duas últimas rodadas.

Para o técnico Vagner Mancini, manter a regularidade na formação será fundamental para dar corpo à equipe. "Muito da oscilação é porque tínhamos que mexer muito. Vamos para o terceiro jogo seguido para dar um pouquinho de padrão", explicou, o técnico, que reconheceu as limitações da equipe. "Sabemos que esse time não pode ser considerado como ideal do Botafogo, mas é o que vou utilizar neste momento e quero dar confiança para atuarem juntos mais vezes", afirmou.

Jogando em casa, e diante das características do adversário, o treinador garantiu que a sua equipe vai ter uma postura agressiva. "Fora de casa, (a Chapecoense) joga na espera, tentando atuar no erro do adversário. O Botafogo vai ter que superar tudo isso e não terá como ganhar o jogo esperando um lance de sorte. Temos que decidir", disse.

A expectativa de público no Maracanã é grande. Para atrair os torcedores, a diretoria fez uma promoção no preço dos ingressos da arquibancada, que variam entre R$ 10 e R$ 50. O time alvinegro carioca ocupa a 16.ª colocação, com 16 pontos.

Depois de triunfos sobre Flamengo e Fluminense - este na última rodada -, o clube catarinense vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo. Com três pontos de vantagem para o adversário, a meta é seguir com 100% de aproveitamento contra cariocas para se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento.

Esta será a primeira partida da história da Chapecoense no Maracanã, pela Série A do Brasileirão. Para o volante Abuda, as vitórias anteriores dão a motivação necessária para surpreender na casa adversária. "Esse retrospecto serve de motivação, mas temos que respeitar o Botafogo. A gente vai impor o nosso ritmo para sair com um resultado positivo", comentou o jogador.

Da última partida, o técnico Celso Rodrigues traz apenas uma baixa. Jaílton, suspenso por levar três cartões amarelos, deve dar lugar a Enrique Meza na equipe.