1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Bradley ressalta importância de EUA ganharem de Gana

AE - Agência Estado

10 Junho 2014 | 19h 49

O meia norte-americano Michael Bradley está totalmente focado na estreia contra Gana, marcada para a próxima segunda-feira, na Arena das Dunas, em Natal. Um dos mais experientes da seleção dos Estados Unidos, ele sabe que vencer o primeiro jogo é crucial para o êxito na primeira fase da Copa.

"Todos começam do zero, então o primeiro jogo é muito importante. Estatisticamente, as chances de avançar aumentam muito quando você consegue somar um ou os três pontos logo de cara", disse Bradley, após o segundo dia de treinos no CT do São Paulo, acrescentando que isso vale até para as grandes seleções. "Eu li uma entrevista com o Piqué em que ele dizia que com a Espanha isso não é diferente. Eles vão jogar contra a Holanda com a ideia de conseguir o resultado, somar pontos."

A preocupação com o confronto com os africanos tem ainda um motivo a mais. Em 2010, foram os ganeses que tiraram o sonho dos Estados Unidos de chegar mais longe no Mundial. Bradley estava na equipe que foi eliminada nas oitavas de final - já nos acréscimos - e acredita que a desclassificação foi apenas um detalhe, pois eles estavam melhor na partida.

O norte-americano mostrou conhecimento sobre os africanos e pregou atenção. "O time de Gana pode causar problemas, especialmente quando se fala no setor ofensivo. Eles têm atletas que misturam físico, técnica e habilidade apurados e que, com isso, podem improvisar e criar chances", alertou Bradley.

Os Estados Unidos e Gana estão no Grupo G, que ainda conta com Portugal e Alemanha. Os norte-americanos irão enfrentar Portugal em 22 de junho, na Arena da Amazônia, em Manaus. Já o duelo com os alemães será quatro dias depois, na Arena Pernambuco, no Recife.

Copa 2014