Brasiliense mostra novidades no Parque

Quem for ao Parque São Jorge para assistir ao amistoso entre Corinthians e Brasiliense, amanhã, às 11 horas, vai estranhar quando observar os jogadores da equipe do Distrito Federal. Do time que jogou a decisão da Copa do Brasil, no dia 15 de maio, contra o mesmo Corinthians, são poucos que ainda permanecem no elenco. Lembrará do goleiro Donizeti, do meia Carioca e o meia-atacante Wellington Dias, que poderá estar fazendo seu jogo de despedida. E ao mesmo tempo, estreando em sua nova casa. Até o técnico é outro. No lugar de Péricles Chamusca, Sérgio Alexandre. Mas verá, também, o novo Brasiliense, com muitos reforços para a disputa da Série C do Brasileiro. O mais conhecido é o ?artilheiro da alegria?, Túlio Maravilha, que neste jogo estará apenas como torcedor. Mas há, ainda, Bilu, ex-Goiás, Caio, ex-Guarani, Pintado, ex-União São João e Benhur, ex-Tubarão, entre muitos outros. O treinador está com um grupo de 30 jogadores em São Paulo. "Nunca tivemos um time só, com 11 titulares", disse Roberval de Paula, diretor de Futebol. "Nos reforçamos, pois temos um objetivo, o de estar na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro em dois anos." E no ambicioso projeto do caçula do futebol brasileiro, completou 2 anos de existência na quarta-feira, chegar em segundo lugar é pouco. "Vice não vale nada, veja o exemplo do São Caetano, almejamos títulos e vamos com força atrás deles", ressaltou De Paula. E se depender da confiança do dirigente, o Corinthians que se cuide amanhã. "Encaramos o amistoso com o Corinthians como normal, respeitamos, é claro, mas sonhamos em ser grande e para isso, vamos encarar de igual para igual qualquer adversário." O treinador é um pouco mais comedido nas palavras, apesar de revelar que suas características são ofensivas. "Quero aproveitar este jogo para ajustar o time, definir os titulares." Mas faz um adendo. "É claro que o resultado positivo é muito importante, sabemos do potencial do Corinthians, mas vamos em busca da vitória." Invicto - A prova do trabalho de reformulação do Brasiliense está nos resultados conquistados. O time está há 10 dias fazendo uma pré-temporada na cidade de Lins, interior de São Paulo e neste curto período, fez quatro amistosos, somando bons resultados: empates com Marília (0 a 0) e Mirassol (1 a 1) e vitórias sobre Bandeirante de Birigüi e Linense, ambos por 2 a 0. Time provável: Donizeti; Jorginho, Gílson, Benhur e Wagner; Pituca, Pintado, Carioca e Caio; Wellington Dias e Rodrigo Aires (Edmílson). Técnico - Sérgio Alexandre.

Agencia Estado,

02 Agosto 2002 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.