1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Bruno ressalta presença de estrangeiros no elenco do São Paulo

- Atualizado: 12 Janeiro 2016 | 17h 46

Para lateral, time ganha espírito aguerrido e mais experiência

O São Paulo tem no elenco de 2016 técnico e atacante argentinos, lateral-esquerdo chileno, atacante colombiano e com a vinda de Lugano, terá um zagueiro uruguaio. A presença de estrangeiros recebeu elogios do lateral-direito Bruno nesta terça-feira, pois para o jogador isso traz ao time uma postura mais aguerrida, além de forçar a aprender um novo idioma.

A presença de quatro atletas de fora de Brasil pode ser útil para a disputa da Copa Libertadores. "Eles têm muito a contribuir, não só no ato de falar dentro de campo, mas sim nesse espírito. O grupo está acostumado com essas competições. A gente só tem que acertar nossa equipe dentro de campo", comentou Bruno em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Lateral Bruno faz em 2016 a sua segunda temporada pelo São Paulo

Lateral Bruno faz em 2016 a sua segunda temporada pelo São Paulo

Centurión tem treinado como titular no time do técnico Edgardo Bauza, que assim como o atacante, é argentino. O chileno Mena disputa vaga na lateral esquerda, enquanto que o colombiano Wilder fica como opção na reserva. Já Lugano certamente virá para ser o capitão da equipe e aumentar o uso do espanhol no time. "A gente tem falado em ''portunhol''. Temos entendido bastante. Lógico que as vezes o professor fala muito rápido e não tem como", explicou Bruno.

O jogador contou que durante a passagem do técnico colombiano Juan Carlos Osorio, em 2015, o elenco já começou a entender mais palavras em espanhol e costuma conversar com os companheiros estrangeiros sobre traduções de determinadas expressões. Tanto Osorio como Bauza também trouxeram na comissão técnica auxiliares de seus respectivos países.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX