Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Calleri diz ter escolhido o São Paulo por sugestão de Tevez

Futebol

Érico Leonan/Divulgação

Esportes

Futebol

Calleri diz ter escolhido o São Paulo por sugestão de Tevez

Apresentado, atacante chega ao clube por indicação de ex-colega

0

O Estado de S. Paulo

01 Fevereiro 2016 | 12h57

O São Paulo apresentou nesta segunda-feira o argentino Jonathan Calleri como reforço para a temporada 2016 e o jogador contou ter recebido uma indicação especial para escolher o acerto com o clube do Morumbi. Carlos Tévez, ex-companheiro de Boca Juniors e ídolo do Corinthians, lhe recomendou a ida à equipe em vez de aceitar outras propostas disponíveis, como do Inter e do Atlético-MG.

"Ele é muito reconhecido aqui e me ajudou no Boca a conquistar o sonho de ser campeão. Falei com ele sobre vir para o São Paulo e ele me recomendou vir para cá", disse Calleri durante a sua apresentação, no CT da Barra Funda. O jogador assinou contrato de empréstimo até junho e vem por indicação do técnico Edgardo Bauza. O atacante tem um acerto para atuar na Inter de Milão assim que deixar o São Paulo.

Calleri saiu do Boca Juniors ao ser comprado por um grupo de empresários, que o registrou no Deportivo Maldonado, do Uruguai. A curta passagem pelo São Paulo pode ser maior caso o clube chegue às fases decisivas da Libertadores, marcadas para o mês de julho. "Meu objetivo principal é ganhar a Libertadores. Tem um bom grupo, com bons jogadores. Se ganhar, fico (para o Mundial). Se o clube ganhar a Copa, eu ficaria, obviamente", disse.

A ligação com o Boca Juniors, onde foi campeão argentino, pesou até na escolha do número da camisa. "Meu número é o 27. Mas como me disseram que na primeira fase da Libertadores é só até o 25, vou usar a 12 em reconhecimento ao clube que me deu a chance de vir para cá", explicou. A principal torcida organizada da equipe de La Bombonera é conhecida como a 12, "La Doce", em espanhol.

Aos 22 anos, o atacante tem o objetivo de jogar bem no São Paulo para se destacar e conseguir vaga na seleção olímpica da argentina. Para isso, Calleri reconhece que será preciso se adaptar rápido ao futebol brasileiro. O jogador deve viajar com a equipe para o Peru, onde na quarta o clube enfrenta o Cesar Vallejo, pela etapa preliminar da Libertadores.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.