Adilson Germann / ACNH
Adilson Germann / ACNH

Campeão gaúcho, técnico do Novo Hamburgo exalta 'conquista do interior'

Novo Hamburgo fez melhor campanha da primeira fase e bateu Grêmio e Inter nos pênaltis, no mata-mata

Estadão Conteudo

08 Maio 2017 | 11h02

Foram 17 anos sem um time do interior levantar o troféu de campeão estadual no Rio Grande do Sul. Para o técnico do Novo Hamburgo, Beto Campos, a conquista do último domingo, sobre o Internacional, representa a superação dos clubes de fora da capital do estado e é um grande passo na projeção de seus atletas.

"Nós somos do interior e sabemos a dificuldade que é buscar um título destes", disse Beto Campos, em entrevista coletiva depois do jogo. "Quero agradecer a todos os clubes do interior, comissões técnicas, jogadores, diretores. Isso mostra que temos, fora da capital, jogadores e comissões técnicas de qualidade, que estão trabalhando muito e com dificuldades", ressaltou.

O Novo Hamburgo recebeu o time da capital Porto Alegre para o jogo de volta no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Após o empate por 1 a 1 no tempo normal e, com a igualdade por 2 a 2 do primeiro confronto, a decisão do último domingo foi para os pênaltis. O Novo Hamburgo levou a melhor por 3 a 1 e ficou com o título inédito.

Segundo o treinador, a boa campanha do time - a melhor do torneio - fez com que seus jogadores se tornasse alvo da cobiça de outras equipes. "É muito difícil de se trabalhar no interior e, com essa campanha, tivemos jogadores sondados por equipes de Série B. Aí veio o profissionalismo de nossos atletas, de não perder o foco. Também temos de ressaltar nossa direção, que manteve o grupo", enfatizou.

O Novo Hamburgo volta a campo no dia 21 de maio, um domingo, para a estreia na Série D do Campeonato Brasileiro. O campeão gaúcho enfrenta o paulista São Bernardo, em casa, pelo Grupo A16, que ainda tem J. Malucelli, do Paraná, e o Inter de Lages, de Santa Catarina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.