Caso Ronaldo sofre nova reviravolta

O futuro do atacante Ronaldo está cada vez mais nebuloso. Depois de ter sua transferência da Inter de Milão para o Real Madrid dada como certa, uma nova reviravolta está em desenvolvimento e nesta quarta-feira já é grande a possibilidade de o artilheiro da Copa de 2002 continuar no futebol italiano. O jornal espanhol ?Marca? informa em sua edição de hoje que o presidente do Real, Florentino Pérez, teria desistido da negociação. De acordo com a publicação, a decisão teria sido tomada em Nova York, onde o Real disputará nesta quinta-feira um amistoso contra o Roma. A desistência do Real, segundo a versão do ?Marca?, teria sido motivada por uma conversa com Alexandre Martins, um dos representantes do jogador. Martins teria dito ao diretor esportivo do clube espanhol que a conversa de Ronaldo com a Inter teria sido ?muito negativa? e que os italianos não aceitam o rompimento do contrato ?sob nenhuma hipótese?. Para evitar uma guerra com o clube italiano, o Real Madrid teria então desistido do negócio, conclui o jornal. Para a agência italiana de notícias Ansa, Martins teria ido ainda mais longe. Disse que não há oferta do Real por Ronaldo e que o jogador deverá cumprir integralmente seu contrato com a Inter, que expira apenas em 2006. "Ronaldo escolheu a equipe italiana. É um jogador da Inter e permanecerá na Inter 365 dias durante quatro anos. Ele tem um contrato que quer respeitar e com o qual seguirá trabalhando na Inter?, declarou Martins. Enquanto a definição não acontece, Ronaldo deve se apresentar nesta quarta-feira ao técnico Héctor Cúper e iniciar os treinamentos com a equipe.

Agencia Estado,

07 Agosto 2002 | 09h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.