Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » CBF escolhe técnico e Dunga deve ser anunciado na terça

Futebol

Esportes

futebol

CBF escolhe técnico e Dunga deve ser anunciado na terça

Treinador da seleção brasileira entre 2006 e 2010 deve ser oficializado no cargo e assinar contrato até a Copa do Mundo 2018

0

O Estado de S. Paulo

19 Julho 2014 | 22h55

O comando da CBF já definiu o novo treinador da seleção brasileira. Neste sábado, a entidade confirmou que o presidente José Maria Marin fará o anúncio na terça-feira, às 11h, no Rio. O nome do escolhido para substituir Felipão é mantido em sigilo, mas Dunga deve ser oficializado no cargo.

O retorno do gaúcho à seleção seria uma indicação do novo diretor de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, que assumiu o cargo na última quinta-feira. Os dois são amigos, jogaram no Internacional e estiveram juntos na campanha do tetracampeonato mundial, em 1994.

De acordo com a rádio Jovem Pan, a negociação já foi concluída e o contrato, assinado. Se confirmado o retorno de Dunga à seleção, a escola de futebol do Sul terá emplacado cinco dos últimos seis treinadores do Brasil: Felipão (2001/02), Dunga (2006/10), Mano Menezes (2010/12), Felipão (2012/14) e agora Dunga novamente. A única exceção é Carlos Alberto Parreira, que treinou a equipe de 2002 a 2006. 

Neste sábado à noite, em entrevista ao site do jornal Lance!, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto, afirmou que Dunga será o novo treinador do Brasil. O dirigente contou que intermediava a ida do ex-jogador para trabalhar na seleção da Venezuela, mas a negociação foi abandonada.

Em sua passagem pela seleção, Dunga conquistou a Copa das Confederações de 2009 e a Copa América de 2007. Na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, foi eliminado nas quartas de final pela Holanda, após derrota por 2 a 1 de virada.

As escolhas do treinador foram muito criticadas, principalmente pelo legado que deixou para os sucessores. Dos 23 convocados por Dunga em 2010, poucos tiveram continuidade na seleção e apenas cinco estiveram na última Copa. 

Depois de ser demitido pelo então presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o treinador trabalhou apenas no Inter, onde conquistou o Campeonato Gaúcho de 2013. Dunga foi mandado embora em outubro daquele ano, depois de quatro derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro. A avaliação da cúpula da CBF seria de que Dunga teria feito um bom trabalho tanto na seleção como do Inter.

CATEGORIAS DE BASE

O novo treinador da seleção deverá trabalhar em conjunto com as categorias de base, como parte do planejamento para a conquista inédita do ouro olímpico em 2016. Dunga não tem histórico de bons trabalhos com jovens talentos. Em 2010, por exemplo, não cedeu à pressão de parte da torcida e da imprensa e deixou fora da convocação para a Copa Neymar e Ganso.

Dois anos antes, no comando da seleção olímpica, ele ficou com a medalha de bronze em Pequim. Para evitar desgastes à seleção principal, é possível que o treinador do time olímpico seja Alexandre Gallo, coordenador das seleções de base.

A seleção brasileira fará mais quatro jogos em 2014. O primeiro será contra a Colômbia, no dia 5 de setembro, em Miami. O segundo adversário será o Equador, dia 9, em Nova Jersety. No dia 11 de outubro, o Brasil disputa o Superclássico das Américas com a Argentina, em Pequim, e em 12 de novembro enfrenta a Turquia, em Istambul.