Celso Roth só define o Santos amanhã

Celso Roth deixou para amanhã a definição do time que enfrenta sábado, às 16 horas, em São Januário, a equipe do Vasco da Gama, no jogo que está sendo encarado como uma decisão, porque só a vitória interessa ao Santos, objetivando a classificação no Torneio Rio-São Paulo. "Temos falado, repetidas vezes, que o Santos tem que ganhar não só na Vila Belmiro, mas nos jogos fora de casa, para ser um time com possibilidades de alcançar seus objetivos, que é a classificação", afirmou, destacando que, quem jogar vai ter de se preocupar não só com Romário, mas com todo o time do Vasco. "Vamos viajar para o Rio de Janeiro para o ´tudo ou nada´ e, por isso, todo o cuidado é pouco", alertou. Para o técnico, um jogador sozinho, como Romário, pode apresentar uma ou outra jogada de efeito, mas não tem condições de resolver toda a situação dentro de campo, "porque o Vasco é um conjunto, que conta com outros jogadores habilidosos, como Felipe e Euller", ponderou. Mesmo fazendo suspense sobre o esquema de jogo, Roth praticamente deixou claro, pelos treinos, que deverá adotar o 3-5-2, com três zagueiros garantindo a defesa. "Temos ainda a possibilidade de lançar um jogador pelo meio, mas vamos definir tudo isso no treino da manhã desta sexta-feira", completou.

Agencia Estado,

28 Março 2002 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.