1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ceni exalta atual forma, mas diz que se aposenta em dezembro

Fernando Faro - O Estado de S. Paulo

03 Abril 2014 | 18h 08

Aos 41 anos, goleiro do São Paulo afirma que não mudará de ideia sobre parar

SÃO PAULO - Goleiro, capitão e ídolo da torcida do São Paulo, Rogério Ceni disse que desta vez não mudará de ideia e confirmou que se aposentará no fim do ano independentemente do que venha a acontecer na temporada. O jogador foi categórico ao dizer que este é seu último ano como profissional.

"No fim do ano vou parar mesmo, será meu último ano como atleta profissional. Não só no São Paulo, mas como profissional", afirmou em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira. Rogério tinha discurso semelhante no ano passado, mas acabou mudando de posição quando o time passou a reagir no Campeonato Brasileiro e deixou a zona de rebaixamento. Com a volta de Muricy Ramalho e atuações em alto nível, foi convencido a adiar o adeus e tentar se despedir com pelo menos um título em 2014.

Ao menos do ponto de vista físico, Rogério afirmou estar se sentindo melhor do que no segundo semestre do ano passado, quando eclodiu a crise que quase derrubou o clube para a Série B do Campeonato Brasileiro. Ceni disse que a última temporada foi a mais dura psicologicamente, mais até do que quando ainda estava longe de se tornar o maior ídolo da história do clube.

"Me sinto melhor no primeiro semestre de 2014 do que em 2013. Em gols sofridos e nas estatísticas, está melhor, mas nas conquistas continuamos na mesma. Foi um ano psicologicamente difícil para mim, o mais desgastante da minha carreira desde que era um garoto que não sabia se daria certo e teria alguma coisa para comer no dia seguinte. Estou bem, com algumas dores que são normais, dosando os trabalhos", comentou.